segunda-feira, agosto 31, 2009

Lousã - XX Mostra Nacional de Artesanato, Festival de Gastronomia 3, 4, 5 e 6 de Setembro de 2009, Artesanato, Tasquinhas e Animação


Quinta – feira. Dia 3

18h – Inauguração e Abertura da Mostra Nacional de Artesanato e Festival de Gastronomia

19h30 – Actuação pelas Tasquinhas do Grupo USBATMAL (grupo tradicional – bombos e caixas)

21h30 – Actuação em palco da Associação Cultural do Grupo de Concertinistas da Lousã (música

tradicional da Serra da Lousã)

24h – Encerramento da Mostra e do Festival de Gastronomia

Sexta – feira. Dia 4

12h às 14h30m – Funcionamento das Tasquinhas

15h – Abertura da Mostra Nacional de Artesanato e Festival de Gastronomia

17h – Abertura do Festival de Gastronomia

19h30 – Actuação pelas Tasquinhas do Grupo TRIFORFAI: desConcerto

("No mesmo lugar, ao mesmo tempo, para realizarem o mesmo concerto é, no mínimo, desconcertante! Por isso, nada melhor

que enfernizar a vida ao parceiro. E afinal, será que algum deles toca mesmo alguma coisa?...")

22h – Actuação em palco do Grupo OS MANDARINS (música tradicional portuguesa)

01h – Encerramento da Mostra e do Festival de Gastronomia

Sábado. Dia 5

(Durante a manhã, nos terrenos contíguos realiza-se a Feira Semanal)

12h – Abertura do Festival de Gastronomia

15h – Abertura da Mostra Nacional de Artesanato

19h30 – Actuação na zona das Tasquinhas do Grupo Musical HARMONIA (arranjos ligeiros para música

popular portuguesa)

22h – Actuação em palco de LOS CUBANITOS (música e ritmos sul americanos)

01h – Encerramento da Mostra e do Festival de Gastronomia

Domingo. Dia p

12h – Abertura do Festival de Gastronomia

14h – Abertura da Mostra Nacional de Artesanato

15h – Desfile Etnográfico, pela Vila da Lousã, dos Grupos Participantes no ETNOXISTO

16h – Festival de Folclore, organizado pelo GERL, no âmbito do ETNOXISTO – III Mostra

Etnográfica da Lousã (Jovens Gaiteiros do Espinho – Miranda do Corvo; GERL, Grupo Etnográfico da Região da

Lousã – Lousã; Rancho Típico Cantarinhas de Nisa – Baixo Alentejo; Rancho de S.to André – Vila Boa de Quires,

Marco de Canavezes; Grupo Etnográfico de Sandim – Vila Nova de Gaia; Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira

Mealhada; Associação Filarmónica Serpinense – Serpins, Lousã)

21h30 – Actuação em palco de TIAGO NETO, PAULO FRAGOSO e AMIGOS (concertinas da Serra da

Lousã)

22h – Encerramento da Mostra de Artesanato

23h – Encerramento do Festival de Gastronomia

Tasquinhas típicas a funcionar todos os dias desde a abertura até ao encerramento

Parque Municipal de Exposições da Lousã


XX Feira do Mel - 4 a 6 de Setembro de 2009, Vila do Espinhal


A Vila do Espinhal a partir do dia 5 de Setembro recebe a XX edição da Feira do Mel. Este que é o principal evento de promoção e valorização do Mel produzido na Região Demarcada do Mel da Serra da Lousã.


Os Apicultores do concelho, bem como da Lousã, Arganil, Pampilhosa da Serra, Miranda do Corvo, etc , todos eles inseridos na Região Demarcada da Serra da Lousã, estarão presentes com o melhor mel da região.


O principal objectivo desta Feira é o promover e divulgar o Mel da Região demarcada da Serra da Lousã contribuindo, assim, para a valorização de uma actividade que, apesar complementar, não deixa de ter uma relevância crescente na economia doméstica de muitos agregados familiares da região.


Numa clara demonstração do melhor que é produzido pelos apicultores do concelho e da Região Demarcada do Mel da Serra da Lousã, a XX Feira do Mel decorre no domingo (dia 6), constituindo uma oportunidade privilegiada para provar o mel produzido na região e alguns dos seus doces derivados, designadamente, os licores e aguardentes, o vinagre, as velas de cera de abelha ou as compotas e doces.


Ao longo de três dias, ocupam ainda lugar de destaque neste certame os produtos endógenos certificados, nomeadamente, o queijo "Rabaçal" e o vinho "Terras de Sicó", bem como, algumas empresas e instituições que contribuem para o desenvolvimento do concelho de Penela e da região.


À semelhança dos anos anteriores, o certame conta ainda com muita animação musical e não só…


Programa


04 Setembro, Sexta-Feira


19h30 - Abertura oficial da Mostra de Artesanato e Associativismo e Exposição «20 anos da Feira de Mel»
21h30 – Concerto pela Sociedade Filarmónica do Espinhal e entrega de Prémios de Mérito Escolar (Jardim Intergeracional)
23h00 - Baile com NOVO TOM

05 Setembro, Sábado


09h30 - Seminário: «Modelos de Desenvolvimento Florestal = ZIF?»
15h30 - Desporto: Futsal (Parque Lazer Quinta da Cerca)
17h00 - Reabertura da Mostra de Artesanato e Associativismo e Exposição «20 anos da Feira de Mel»
23h00 – Espectáculo musical com PÓLO NORTE
24h00 - Baile com KAPITAL

06 Setembro, Domingo


08h00 – Recepção ao Apicultor e Mercado de Agricultura Tradicional
09h00 - FEIRA DO MEL e reabertura da Mostra de Artesanato e Associativismo e Exposição «20 anos da Feira de Mel»
11h00 – Recepção às entidades oficiais e Prova de Mel
11h30 – Arruada pela Sociedade Filarmónica do Espinhal
13h00 – Almoço do Apicultor
16h00 - Festival de Folclore
22h00 - Baile com DUO RENASCER


sábado, agosto 29, 2009

Rock na Quinta 2009

4, 5 e 6 de Setembro de 2009, Rock na Quinta, mais informações em:

http://www.rocknaquinta.com/


Prova de Atletismo na Cumeira

No dia 30 de Agosto, às 11H00, decorrem na Cumieira provas de Atletismo de 2000 e 4000 metros, com a participação de atletas e equipas federados.

Nestas provas que se realizam no âmbito da inauguração da Estrada Venda das Figueiras – Cumieira, os atletas serão premiados por escalão, além do prémio de participação.

Partida e inscrições no cruzamento V. Figueiras – Cumieira.

Ferraria Viva!


Este fim-de-semana, a Aldeia do Xisto de Ferraria de S. João, disponibiliza muitas actividades aos seus visitantes.
Pode aliar as actividades desportivas ao divertimento, aprender danças tradicionais e conhecer o lado cultural e tradicional de toda esta região.

Aprenda e apreenda com as vivências de um programa pleno de surpresas! A não perder…
Ah, e já agora traga os pequenos... também dá para eles!

Como destaque, a primeira edição do desafio em BTT FerraTrilhos 2009: aos melhores tempos dos cinco circuitos do Centro de BTT, realizados no período de 33horas, entra no quadro de honra dos Centros de BTT das Aldeias do Xisto!
Além dos prémios que serão atribuídos, em material e equipamento para BTT, das marcas TREK, Gary Fisher, Fox e Northwave.

PROGRAMA
Dia 28 de Agosto

20H00 – Boas Vindas. Abertura do bar e Animação Musical

Dia 29 de Agosto

08H00 – BTT: Início do FerraTrilhos 2009
17H00 – Workshop de Danças Tradicionais
19H00 – Contador de Histórias (Associação Camaleão)
21H00 – Projecção de Filme
22H00 – Concerto e Baile de Danças Tradicionais ‘No Mazurka Band’
23H00 – BTT: FerraTrilhos Nocturno (passeio)
– DJ Folk

Dia 30 de Agosto

09H00 – Percurso Pedestre Caminho do Xisto da Ferraria de S. João (duração: 3 a 4 horas)
– Oficinas/actividades para crianças
– Continuação do FerraTrilhos_2009
– Actividades para crianças (Pinturas Faciais e outras), pela Casa da Criança de Penela
15H00 – Celebração de Missa e Procissão em Honra de S. João Baptista e Nª Sra. De Fátima
17H00 – Final do FerraTrilhos 2009
– Leilão de Fogaças
17H30 – Entrega dos Prémios FerraTrilhos2009
– Animação Musical de Encerramento

Há serviço de Bar durante todo o fim-de-semana.
O local para acampar e o acesso aos balneários é totalmente gratuito.

Venha passar um fim-de-semana cheio de actividades para todos, na Aldeia do Xisto de Ferraria de S. João, no concelho de Penela.
Venha divertir-se e descobrir este território de encantos!

Informações:
ADXTUR – Bruno Ramos / Miguel_Geraldes
Tel.: (+ 351) 275 647 700 / Tlm: 960 101 873
Info@aldeiasdoxisto.pt

Parque das Águas Romanas quase pronto a ser inaugurado!


No próximo dia 30 de Agosto, Domingo, pelas 19H00, Penela abre as portas do Parque das Águas Romanas, o primeiro parque de temática infantil romana do país.

Local de imprescindível visita o Parque das Águas Romanas de Penela, tenta recriar a Villa romana do Rabaçal, através de equipamentos inspirados nos fragmentos de compartimentos que constituíam o antigo “palácio”.
Elementos lúdicos animam os espaços com actividades ao nível cognitivo que nos remetem à época. O peristilo privilegia a componente motora, área de grande actividade física e perícia, os equipamentos são compostos por colunas, redes, cordas, plataformas redondas em forma de disco com molas, baloiços de cesta e de assento individuais. O pavimento colorido com motivos geométricos dá cor ao espaço. Esculturas rotativas representativas das estações do ano com figuras femininas e motivos vários, dispostas tal como eram representadas em painéis parietais.
Dispersos pelo espaço encontram-se réplicas de jogos da época e instrumentos musicais.
A “árvore assustadora” encontra-se no peristilo, para as crianças mergulharem no imaginário das diversas Histórias incríveis, que seriam lidas na época.

PROGRAMA

18H00 - Mercado da Agricultura Familiar e Tradicional
19H00 - Cerimónia de Inauguração do Parque das Águas Romanas
19H30 - Actuação da Orquestra Ligeira da Sociedade Filarmónica Penelense
21H30 - Actuação do Rancho Folclórico do Centro Social e Polivalente do Rabaçal.


sexta-feira, agosto 28, 2009

Ramal da Lousã encerra para obras em Outubro




«O ramal ferroviário vai encerrar em Outubro, para a implantação do metropolitano ligeiro de superfície, e a Metro Mondego já está a criar as infra-estruturas para o transporte rodoviário alternativo.» In As Beiras

«O ramal ferroviário Coimbra-Lousã vai encerrar em Outubro para a implantação do metropolitano ligeiro de superfície e a Metro Mondego já está a criar as infra-estruturas para o transporte rodoviário alternativo, revelou ontem fonte da empresa.


Durante os dois anos de execução da empreitada, os cidadãos que utilizavam o comboio para se deslocar entre os municípios de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã terão à disposição carreiras de autocarros.

Segundo a Metro Mondego, este mês iniciou-se a empreitada, com a duração de 45 dias, para a instalação das infra-estruturas das 20 paragens previstas ao longo do percurso, que procurarão dar resposta às necessidades dos utentes com «os menores constrangimentos possíveis».

A localização de cada uma das paragens de autocarro foi estudada em colaboração com os técnicos das autarquias envolvidas, de modo a que estas estejam mais próximas das populações e, ao mesmo tempo, servindo as estações e apeadeiros de caminho de ferro que vão ser encerrados, acrescentou.

Fonte da empresa disse à agência Lusa que o serviço de transportes rodoviários será assegurado em toda a extensão do Ramal da Lousã, servindo todas as localidades que usufruem hoje do serviço ferroviário. Numa primeira fase, entre Serpins (Lousã) e a estação de Coimbra A, e mais tarde também a de Coimbra-B, quando se iniciarem as obras no troço entre ambas.


O trajecto principal dos autocarros vai utilizar a antiga estrada Nacional (EN) 342 entre Lousã e Miranda do Corvo, e a Estrada Municipal entre Miranda do Corvo e Ceira, entrando em Coimbra pela Estrada Nacional EN 17.


A mesma fonte adiantou ainda que durante as “horas de ponta” poderão ser asseguradas carreiras directas entre Coimbra e as sedes dos outros dois municípios – Miranda do Corvo e Lousã.



O metropolitano ligeiro de superfície do Mondego compreende duas linhas, a do actual ramal ferroviário da Lousã, cujas obras se iniciam em Outubro, e a de ligação ao Hospital da Universidade de Coimbra (HUC) e ao novo Hospital Pediátrico, que deverão começar em 2011 e ficarão concluídas dois anos depois.» In Diário de Coimbra



Depois de 20 anos finalmente começam as obras na linha...
Quanto dinheiro foi pago às Administrações da Metro Mondego, até ao momento presente?
Quantos estudos foram efectuados até à data?
Seriam necessárias tantas expropriações ao longo da linha, desde Coimbra a Serpins?
Porque motivo foram feitas algumas expropriações polémicas, em que foram cortados terrenos, garagens, casas e prédios, em Miranda do Corvo e na Lousã?
Porque motivo o processo de expropriação das parcelas expropriadas correu no Tribunal Central Administrativo, em Lisboa?
Porque motivo não foi respeitado o traçado original da linha?
Porque motivo foram expropriadas pequenas parcelas a pequenos proprietários?
Porque motivo a linha nalguns pontos sofreu estranhos desvios?
Quem ganha e quem perde neste processo de Expropriações, num debate que deviaria de ser público?
Os pequenos proprietários tudo perdem a favor da Metro Mondego, enquanto os grandes ficam cada vez mais grandes...

Que transportes alternativos entre Serpins e Coimbra?

Qual será a capacidade de resposta das transportadoras?

Não ficará a Estrada da Beira e os acessos a Coimbra atulhados de automóveis?

Quantas horas serão necessárias para entrar dentro de Coimbra?

Um tema por certo escaldante, a merecer uma profunda reflexão.

Alguém dará resposta a estas e outras questões?

Será que alguém pega neste tema, em tempo de autárquicas?
Após anos a fio, será que é desta, que as obras arrancam na linha?
Será que as obras chegarão ao fim?
Será esta a melhor opção para o Ramal da Lousã?
Tenho as minhas sinceras dúvidas...


segunda-feira, agosto 24, 2009

No Trilho, a TVI ainda não é notícia…


Há histórias que não lembra ao Diabo, 16 anos depois, a TVI ainda não chegou ao Trilho (aonde vivem alguns familiares), pequeno lugar localizado a cerca de dois quilómetros da vila do Espinhal, concelho de Penela, distrito de Coimbra.
Certo, certo é que o Trilho terá uma centena de pessoas e não é importante em termos de estatísticas, nem de shares de audiências.
A RTP (Canal 1 e a Dois) e a SIC chegam em perfeitas circunstâncias, da TVI, não há sinal, nem sombra, só chuva, sem imagem e de vez em quando, vozes soam da televisão, isto apesar do Trevim estar no horizonte.
Há dias, um habitante do Espinhal, sede de freguesia e vila centenária disse-me: - Nós também vimos com muita dificuldade a TVI.
- Então ainda ninguém se queixou? – Perguntei eu incrédulo…
Está visto que esta história, não é notícia, num país a várias velocidades, há ainda lugares que ainda permanecem como dantes, intocáveis.
Isto apesar de ter abordado a TVI, no passado dia 21 de Julho de 2009, da qual obtive como resposta um questionário, com muitas perguntas. Depois de várias insistências voltei a ser novamente contactado a 3 de Agosto de 2009, fui despachado, deveria de aguardar contacto por parte da Central Técnica.
Das quatro, uma, ou a Administração da TVI anda muito ocupada com a dança de cadeiras ou estão para banhos ou o Trilho e o Espinhal não fazem parte do mapa de Portugal ou então estão na secreta esperança de venderem mais um kit do Meo ou da Zon…
Isto apesar da TVI estar a pagar à PT Comunicações, pela difusão do sinal.
Enfim, uma história rocambolesca digna de um jornal da noite, da concorrência.

sexta-feira, agosto 21, 2009

A transparência exige um debate público entre todos os candidatos

E porque não realiza deste vez a Rádio Dueça, um debate público com todos os candidatos?

Num local em que o público possa assistir e confrontar os candidatos às Autárquicas 2009, com as dúvidas que os eleitores possam ter, bem como com as questões mais pertinentes do dia a dia dos mirandenses.

A imagem que as pessoas, os eleitores, os mirandenses, que o debate que a Rádio Dueça leva a cabo de 4 em 4 anos e bem, não passa...

Seria a oportunidade de aproximar sem demagogias, os políticos do eleitorado.

Seria oportuno fazer-se um inquérito de rua e saber quem ouviu o último debate...

A bem da democracia e por uma cidadania participativa, os Mirandenses agradecem...


OBS: O Espaço Aberto irá contactar a Rádio Dueça, com vista a realização do mesmo, por menos vou tentar, a ver vamos, qual será a resposta, da qual vos darei conta nos próximos dias.

terça-feira, agosto 18, 2009

Agrupamento dos Centros de Saúde do Pinhal Interior Norte I


Em Março deste ano, um blogger amigo, de Oliveira do Hospital, o Nuno Oliveira, do OHpositivo - http://ohpositivo.blogs.sapo.pt/

- , a quem eu presto homenagem, chamou-me a atenção, para a criação dos Agrupamentos dos Centros de Saúde – Conforme consta das Portarias nº 273/2009 e 274/2009, publicadas no Diário da República, I Série, nº 54, de 18.03.2009 e em particular para o Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Norte I, do qual fará parte, o Centro de Saúde de Miranda de Corvo – Confesso-vos que inicialmente não liguei, mas agora parece que não é bem assim, as coisas vão para a frente.



Com a extinção de todas as sub-regiões de saúde integradas na Administração Regional de Saúde do Centro, e com a entrada em vigor das Portarias nº 273/2009 e 274/2009, de 18 de Março editada em Diário da República e com efeito a 1 de Março, que visa a criação dos agrupamentos dos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde, os quais foram abreviados por ACES, a área geográfica do Agrupamento já acima identificado, passa a incluir os seguintes Centros de Saúde: Arganil, Góis, Lousã, Miranda do Corvo, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Tábua e Vila Nova de Poiares.

Não sei com que argumentos mas, a sede deste Agrupamento ficará localizada na Lousã (inicialmente). Mas agora, parece que assim não o é e que vai mesmo, para Arganil. Por questões de centralização geográfica não o é de certeza.

Pelos vistos, uns mexem-se, outros não.

Tão grandes e cada vez mais tão pequeninos. Como alguém dizia: "muita parra e pouca uva".

Bem, pelo menos e por enquanto ainda nos vamos congratulando com o nosso Centro de Saúde existir localmente. Mas com este andar... até quando não sabemos!

Chego à conclusão de que começamos a ser a "ovelha negra" deste distrito.

Então ontem com o comunicado da Comissão Municipal de Saúde, da Câmara Municipal de Miranda do Corvo tocaram as campainhas, isto é de mais – ver post publicado neste blogue «Doentes de Miranda assistidos em Arganil só pode ser loucura» – para não falarmos das vias de acesso entre Miranda do Corvo e Arganil. Conhecerão as brilhantes cabeças que delinearam os Agrupamentos, as estradas entre as diversas localidades?

A ver vamos se este tema é tocado nas Autárquicas, porque os mirandenses e aqueles que gostam de Miranda do Corvo, tem sido esquecidos por quem gosta de andar em querelas políticas, perdendo-se em «fait divers». Ainda mais, quando há candidatos que são perfeitos desconhecidos e nem sequer são do concelho.

Não há dúvida que para os governantes e políticos que estão na capital, que Portugal é Lisboa, o Porto e o Algarve, o resto é paisagem...

Cambada de líricos.



!?Energia Estática!?


O Bloco de Esquerda apresentou os seus candidatos às Autárquicas 2009, desta vez o candidato à Câmara Municipal de Miranda do Corvo é o professor João Santos, que integra a direcção executiva do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo, Júlia Correia repete a candidatura à Assembleia Municipal e surpresa das surpresas José António Cruz, troca a CDU pelo Bloco, sendo o candidato à Junta de Freguesia de Miranda do Corvo. Joaquim Calhau, destacado sindicalista da CGTP e dirigente emérito do Agrário de Lamas será o Mandatário do Bloco.

Para além de Miranda do Corvo, o Bloco de Esquerda apresenta desta vez a candidatura às Juntas de Freguesia de Semide e Vila Nova.

Desconhecemos até esta hora, quem são os candidatos do Bloco, a Semide e a Vila Nova.



segunda-feira, agosto 17, 2009

Doentes de Miranda assistidos em Arganil só pode ser loucura


«A Comissão Municipal de Saúde, na sua ultima reunião, analisou os mais recentes desenvolvimentos na prestação de cuidados de saúde no Concelho de Miranda do Corvo.
Recentemente foi inaugurado o Serviço de Urgência Básico (SUB) de Arganil. Na inauguração do serviço foi dito que este novo serviço pode beneficiar também utentes de Miranda do Corvo. Esta afirmação é completamente ridícula e desprovida de qualquer bom senso ou conhecimento do território, na opinião de Fátima Ramos, que preside à Comissão de Saúde.
De acordo com afirmações publicadas nos jornais, este novo serviço receberá doentes do interior do distrito que, posteriormente, nos casos mais graves, serão encaminhados para os Hospitais da Universidade de Coimbra. “A unidade ficará sob alçada do Agrupamento do Pinhal Interior, que inclui os concelhos de Arganil, Oliveira do Hospital, Góis e Tábua, os que serão directamente beneficiados pelo serviço de urgência, mas também Miranda do Corvo, Lousã e Vila Nova de Poiares”.
Não existe qualquer racionalidade em enviar um doente urgente de Miranda do Corvo para Arganil para o reenviar depois para Coimbra. Miranda do Corvo dista cerca de 20 km de Coimbra. Indo a Arganil e ser depois reencaminhado para Coimbra, representa percorrer 105 Km. Esta situação só pode ser defendida por alguém completamente desprovido de bom senso. Esperamos que se trate de um lapso e que não seja esta a intenção do governo. Esta posição colheu a unanimidade dos membros do conselho.
O actual governo fechou as urgências em Miranda. Em cima dessa ofensa não pode querer ou exigir que os nossos doentes vão para a SUB de Arganil.
Como é que é possível que alguém sugira que um doente de Miranda, com uma situação aguda ou urgente vá à SUB de Arganil e depois vá para Coimbra. Trata-se de uma situação completamente maluca.
Não faz qualquer sentido que Miranda e a sua população dependam de um SUB localizado em Arganil. Não admitimos que os doentes de Miranda andem para trás para serem assistidos.
Recordamos aqui mais uma vez que Miranda do Corvo reúne todas as condições para a criação de um SUB. Temos um edifício propriedade do Estado que recentemente sofreu obras de beneficiação ficando com óptimas condições físicas para acolher um serviço deste tipo.
O conselho demonstrou também o seu desagrado pelo facto de ainda não terem iniciado as consultas de especialidade no Centro de Saúde, várias vezes solicitadas pela Câmara Municipal, bem como do alargamento da consulta aberta. Sobre estas questões a Câmara Municipal lamenta a falta de resposta da ARS do centro.
A Comissão Municipal de Saúde decidiu enviar novamente para a ARS ofícios solicitando o cumprimento de compromissos já assumidos e nunca respondidos, nomeadamente:
- Criação de consultas de especialidade nas áreas de Estomatologia, Ortopedia, Cardiologia, Psiquiatria, Endocrinologia e Oftalmologia. Recordamos que no que toca às consultas de oftalmologia, a ARS assumiu já o seu início.
- Prolongamento do horário da consulta complementar no Centro de Saúde.
- Necessidade de criação de um Serviço de Urgência Básico em Miranda do Corvo, aproveitando as boas instalações do Centro de Saúde e a localização de Miranda do Corvo. A localização de uma SUB em Miranda do Corvo permitia resolver várias situações agudas e de urgência no concelho, evitando a deslocação para os HUC. Para além disso permitia também dar resposta às necessidades das pessoas da Lousã e de Poiares sem que as mesmas tivessem que andar para trás, caso necessitassem de tratamento posterior em Coimbra. »


Posição tomada pela Câmara Municipal de Miranda do Corvo, a que se associa este blogue.
Agora vamos ver que posição tomam os candidatos às Autárquicas, mas como muitos deles ou são perfeitos desconhecidos ou não dormem no concelho, não vão fazer nada, estando-se nas tintas para os mirandenses. São ainda capazes de dizer que é uma questão de bairrismo!?
É Tempo de se fazer alguma coisa, um abaixo assinado, uma providência cautelar e de trazer os populares para a rua...
Não podemos deixar o nosso Centro de Saúde fechar um dia destes!

domingo, agosto 16, 2009

Requalificação do Recreio da EB1 da Lousã

Já não era sem tempo, depois de anos a fio, a Câmara Municipal da Lousã decidiu recuperar o recreio da EB1 da Lousã, para gáudio dos pais e das crianças que nele costumam/costumavam brincar.

Para trás ficam a lama, nos dias de chuva e o pó que era uma constante no Verão.

Depois de concluída a rede de águas pluviais, está em construção um campo de jogos com resguardo, bem com uma área dedicada aos jogos tradicionais.

Os alunos da primária da Lousã agradecem...



segunda-feira, agosto 10, 2009

As Eleições 2009 no horizonte e a Pandemia eminente

Setembro e Outubro de 2009, provavelmente serão conhecidos como os meses da Pandemia, em que serão conhecidos por dia cerca de quatro mil novos casos, arriscarão os candidatos às autárquicas e às legislativas fazer um porta a porta, contactar de perto os seus eleitores?
Ou percorrerão alegremente o Mercado Municipal relembrando promessas?
Ou mergulhando em apertos, que tal um banho de multidão?
E desatar aos beijinhos e a dar apertos de mãos suados...
E abraços apertados...
- Já não o via há algum tempo, como vai o paizinho e a mãezinha?

E se alguém espirra?

- Atchim!

terça-feira, agosto 04, 2009

Mais uma Feira das Velharias, em Miranda do Corvo

Decorreu na manhã do passado Domingo, dia 2 de Agosto de 2009, mais uma feira de antiguidades, na Praça José Falcão, em Miranda do Corvo.

E lá estavam uma vez mais, artesanato diverso, os discos de vinyl (lps e singles), CDs, cassetes de vídeo (VHS), fotografias antigas, joias, electrodomésticos do antigamente, postais ilustrados e estampas, livros velhos, louças antigas, os barros vermelhos, instrumentos agrícolas, velhas máquinas de costura, antiguidades, quadros, roupas usadas e relógios despertadores que faziam um estardalhaço incrivel.

Mais uma vez, os fundos apurados (inscrições) reverteram para a Associação do Cedro para animais – Casais de S. Clemente, em colaboração com Câmara Municipal de Miranda do Corvo.

É necessário mais gente numa feira que se quer viva, pois é necessário que algo mexa em Miranda do Corvo, com acontecimentos como este.

texto e fotos - Mário Nunes

segunda-feira, agosto 03, 2009

Na Agenda de Penela - Mês de Agosto de 2009


Louçainha

A agenda de Penela disponível em:

http://www.cm-penela.pt/agenda.php


Na Agenda de Miranda do Corvo - Mês de Agosto de 2009


Praia Fluvial de Segade

A agenda de Miranda do Corvo disponível em:

http://www.mirandadocorvo.com/index.php?pagina=agendacultural


Na Agenda da Lousã - Mês de Agosto de 2009


Praia Fluvial da Bogueira, em Casal de Ermio

A agenda da Lousã disponível em:

http://www.cm-lousa.pt/agenda/cultura.php


Animação de Verão '09


Mais informações disponíveis no site do Município da Lousã em:

http://www.cm-lousa.pt/agenda/cultura.php?dia=28&mes=7&ano=2009&data=7-2009



sábado, agosto 01, 2009

E os candidatos são...

O Espaço Aberto leva até vós imagens da apresentação dos candidatos do PS e do PSD, às Autárquicas 2009.


Este espaço espera igualmente levar até vós, as imagens dos candidatos da CDU e do Bloco de Esquerda à edilidade mirandense.

As imagens foram obtidas nas seguintes fontes:

http://iusimperium.blogspot.com

e

http://miguelbaptista.com

Parque Biológico da Serra da Lousã aspira a ter lobo e lince



O Parque Biológico da Serra da Lousã, em Miranda do Corvo, tem cerca 200 espécies animais (mamíferos, aves e peixes) e continua a crescer. Integrado na Quinta da Paiva, ali se pode usufruir do labirinto de árvores de fruto, praticar actividades desportivas e de lazer, conhecer artes e ofícios tradicionais e degustar uma boa refeição.

Para que o Parque Biológico da ADFP (Associação de Desenvolvimento e Formação Profissional), em Miranda do Corvo, tenha todos os mamíferos existentes em Portugal falta apenas conseguir o lobo e o lince, tarefa difícil, mas não impossível, dado o interesse para a preservação destas espécies e o seu estudo – e apoio – por parte das universidades de Coimbra e Aveiro.

Bichos e plantas que não sejam do território nacional, ali não entram! Esta é uma posição ortodoxa do médico Jaime Ramos, presidente da Direcção da ADFP, e que coloca todo o seu empenho em mais este projecto, o qual tem uma forte componente humana: criar emprego para pessoas vítimas de exclusão e terapia ocupacional para portadores de deficiência, ou doença mental.

O Parque Biológico da Serra da Lousã fez uma aposta inicial nos mamíferos representativos da vida selvagem portuguesa: lontras, raposas, javalis, gambos, veados, garranos, muflões, esquilos, ginetas, sacarrabos, coelhos-bravos, lebres, esquilos, o cão Rafeiro Alentejano e o cão Serra da Estrela, etc.

Recentemente foi criado um pequeno fluviário destinado a mostrar os peixes dos nossos rios, tanto mais que o parque ocupa as duas margens do rio Alheda, que tem início na serra de Sicó e é afluente do Ceira e do Mondego. Nos pequenos lagos há rãs e um cágado.

Um conjunto de outras estruturas, também recentes, destina-se a aves selvagens. Na margem esquerda, junto a um lago artificial, estão os patos e, a curta distância, rolas e perdizes. Depois pode-se apreciar algumas aves de rapina, como o milhafre e a águia.


Árvores de fruto formam labirinto

Uma das atracções para os visitantes é, por certo, o labirinto formado por 320 árvores de fruto, com 21 espécies numa área de 1.000 m2 e que, segundo se sabe, é único no mundo. O labirinto, uma homenagem aos viveiristas da região, permite realizar um percurso de aventura e, simultaneamente, ficar a conhecer cada variedade e, ao longo do ano, as folhas, as flores, os frutos.

Anexo ao labirinto existe um roseiral, com uma área de 400 m2, um local muito belo constituído por algumas das múltiplas variedades de roseiras.

Não se fica por aqui a visita ao Parque Biológico, dado que existe a Quinta Pedagógica, que mostra as actividades agrícolas através de vários afazeres da lavoura, utilizando técnicas e meios rudimentares, com animais treinados para recrear trabalhos ancestrais, como tirar água no engenho ou puxar um carro de transporte, ou carroça com pessoas.

Também se pode apreciar uma colecção de animais domésticos de raças tradicionais portuguesas, entre as quais vacas (raças barrosã, cachena, marinhoa e minhota), cabras (raças bravia e serrana), ovelhas (raças churra badana, Serra da Estrela variedade branca, Serra da Estrela variedade preta), porcos (raças alentejana e bísara), burros e cavalos.

Na quinta não faltam as aves, como o ganso, o pato-real, a galinha-pedrês, o faisão comum, o faisão dourado, a codorniz, o perú e a fraca (galinha preta e pequena, com pintinhas brancas).

O Centro Hípico, com picadeiro coberto, para além de uma actividade lúdica e desportiva gera postos de trabalho no tratamento de cavalos, promove a hipoterapia e a equitação adaptada. A prova do sucesso é um cavaleiro deste Centro Hípico ter representado Portugal em Atenas, em 2004, a primeira presença nacional nos jogos paralímpicos, nesta modalidade.

No espaço lúdico-desportivo, para além do hipismo, há uma piscina (construída e gerida pela Câmara Municipal) com 40 metros de comprimento e 12 de largura, com uma profundidade que varia entre 10 cm e 1,80 m, assim como um circuito de manutenção, um campo de jogos em areia e relva sintética (futebol e voleibol de praia), um parque de merendas e um parque infantil.


Fonte: Campeão das Províncias

Campanha de Solidariedade

Michel Montrond e as Estrelas do Fogo


A Praça Dr. Fausto Correia foi o palco escolhido para o 2º concerto de Michel Montrond e as Estrelas do Fogo de Cabo Verde, que se realiza amanhã, dia 2 de Agosto, pelas 22h00.

Os artistas encontram-se em visita ao concelho de Miranda do Corvo após uma digressão pela Alemanha, onde realizaram 17 concertos.

MICHEL MONTROND para além de excelente intérprete é também um magnífico compositor de ritmos cabo-verdianos, sendo autor da letra e da música do tema "Terra'L" gravado pela famosa cantora Lura no seu último disco Eclipse.

ESTRELAS DO FOGO é considerado um dos melhores grupos de culadeiras da ilha do Fogo.

De relembrar que Michel Montrond esteve presente na última edição da EXPO - Miranda, onde brilhou com a sua grandiosa voz, durante duas noites, acompanhado por Moiséssinho.

Miranda do Corvo é geminada com o Município de Santa Catarina da Ilha do Fogo (Cabo Verde).

Serões de Verão n o Gondramaz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...