sábado, dezembro 24, 2011

Bom Natal e Um Próspero Ano Novo


Meus amigos
Bom, não vou repetir as palavras tradicionais, mas não há como fugir a elas...
Espero que tenham todos um Santo Natal junto da Família, com saúde e longe dos altares do consumo tão em voga nesta época, pois há coisas mais importantes na vida que comprar desmesuradamente.
Por outro lado nestes tempos difíceis, não devemos abandonar a força e a perseverança, pois devemos ter calma, pois a Fé move montanhas.
A todos um Bom Natal e um Próspero Ano Novo ...

Mário Nunes

E espero ainda que continuem a visitar o

Merkel e Sarkozy na publicidade de Natal do Licor Beirão

O Licor Beirão acaba de lançar a campanha de Natal. Inspirada na situação difícil que Portugal e a Europa atravessam, a agência de publicidade Uzina criou uma campanha em que Angela Merkel e Nicolas Sarkozy são protagonistas.
"Nesta altura do ano devemos oferecer o nosso melhor, neste caso o Licor Beirão", explica Manuel Soares de Oliveira, da Uzina, relativamente à mensagem da campanha, que aponta para uma "mensagem secundária nos cartazes que é o de 'Neste Natal ofereça o que é Nacional'."
Tudo começou com um briefing da parte do cliente para faz uma campanha de Natal e, " partir daí, não houve restrições e surgiu esta ideia", conta o responsável da Uzina, que destaca ainda a intenção que a "comunicação tenha a maior actualidade possível."
Dando o exemplo da campanha do Futre, também para o Licor Beirão, executada em 10 dias desde a criação até ir para a rua, o mesmo responsável da agência defende que a ideia foi aproveitar estas duas figuras conhecidas, "apelando ao sentido de humor muito português de conseguir-mo-nos rir das nossas dificuldades".


Questionado quanto às reacções esperadas, Manuel Soares de Oliveira diz que têm sido positivas. "Em termos internacionais, onde tem havido uma ampla divulgação da campanha através de diversas notícias e de divulgação em vários sites e blogs - campanha com forte capacidade viral - as reacções também têm sido muito positivas, dado o tom amigável da mensagem", refere.
As duas personagens principais da crise europeia são os rostos de uma campanha publicitária, Angela Merkel e Nicolas Sarkozy protagonizam dão a cara pelo Licor Beirão.

Miranda do Corvo já tem uma loja solidária



Naquele espaço, os mais necessitados do Concelho de Miranda do Corvo, têm ao seu dispor roupas, calçado, acessórios de moda e têxteis para o lar.
Para usufruir dos bens desta loja é necessário ser residente no concelho, revelar vulnerabilidade económica e social identificado pela Junta de Freguesia de Miranda do Corvo, ou outra do concelho, pelo Município ou por instituições ligadas à solidariedade social.
O número de peças é limitado por quantidade e espaço temporal, obedecendo ao preenchimento de ficha de utente, desta forma ficam salvaguardados eventuais “excessos”.
Nos últimos dias os donativos têm sido imensos, tal a adesão dos Mirandenses a este projecto. Os voluntários para colaborar na gestão da loja também estão a aparecer em bom ritmo e a julgar pelo primeiro dia de funcionamento os artigos expostos são ao gosto muita gente.

Discurso do Presidente:
Os tempos que atravessamos são cada vez mais duros e difíceis, duros para as famílias, (que se vêm sem trabalho, muitas vezes encontram-se nesta situação ambos os cônjuges, ou com rendimentos reduzidos), duros para as juntas de Freguesia, cada vez mais enfraquecidas com reduções constantes nos seus orçamentos fruto dos cortes orçamentais decretados pelo estado.
Mas este executivo, sentindo a necessidade premente de muitos dos seus fregueses, procurou usar a imaginação, pois como referi o dinheiro é pouco, e encontrou algumas soluções que vão ao encontro das necessidades. Hoje, com a abertura desta loja solidária, damos mais um passo na ajuda aos que mais precisam de nós.
Em cerca de dois anos de mandato foi sempre a nossa preocupação as necessidades sociais, criámos a campanha de recolha de alimentos, já a realizámos por dois anos consecutivos, com a ajuda de todos chegámos a mais de cem famílias e ainda entregámos mais de uma tonelada de alimentos à casa do Gaiato. Mas prometemos não ficar por aqui pois para breve contamos colocar a funcionar uma horta comunitária que ajudará cerca de 20 famílias, numa primeira fase.
É claro que nada disto seria possível sem as muitas ajudas que temos tido por parte dos Mirandenses, as pessoas dão as mãos em torno das nossas iniciativas e colaboram como podem, uns contribuem com roupas ou géneros alimentícios são os cidadãos anónimos desta freguesia que são a base de todo o trabalho. Outros associam-se oferecendo os seus bens, é o caso da Dra. Isabel Campos a quem falei deste projecto e de imediato me deu a chave desta loja, oferecendo-a gratuitamente, Obrigado Dra. Isabel.
Ao município de Miranda pelo apoio prestado.
Dos Srs. Eduardo Moita Eurico Conde e António Patacas, que ofereceram o mobiliário, obrigado Eduardo, Obrigado Eurico Obrigado Patacas.
Deixo para o fim um agradecimento a vários cidadãos anónimos desta Freguesia, eles têm sido as mãos que ligam quem dá a quem precisa de receber, estou a falar dos voluntários desta junta, na sua maioria jovens, que dão um pouco de si para ajudarem quem mais precisa. Eles são algumas dezenas mas hoje destaco o papel destas senhoras aqui presentes, foram incansáveis até que a loja estivesse pronta.”

quinta-feira, dezembro 22, 2011

Deputados do PCP no Parlamento Europeu visitam Miranda do Corvo e os Moinhos



Ilda Figueiredo reuniu-se nos Moinhos, Freguesia de Miranda do Corvo, com representantes do Movimento de Defesa do Ramal da Lousã e com dezenas de populares que participaram nesta sessão de esclarecimento. A deputada do PCP teve oportunidade de conhecer o processo que conduziu ao encerramento do Ramal da Lousã e que tanto tem prejudicado a vida das populações locais.
Durante a discussão ficou patente a desadequação de um sistema de metropolitano ligeiro numa linha de montanha, a irracionalidade financeira do projecto que custaria dez vezes mais que electrificar e modernizar a linha e a irracionalidade ambiental de encerrar linhas ferroviárias quando existem directivas e recomendações no sentido de potenciar o transporte ferroviário.
Apelando mais uma vez à união dos utentes e populações e à luta em defesa do transporte ferroviário, a deputada do PCP, anunciou que questionará a Comissão Europeia sobre as possibilidades de financiamento da obra de reposição e electrificação da linha. Foi aprovada recentemente uma resolução que visa baixar a comparticipação dos Estados nos projectos co-financiados pela UE. Dadas as características do projecto, nas vertentes ambiental e de melhoria dos transportes, o financiamento da UE pode chegar aos 95% do projecto, o que faria com que o Estado português só teria que financiar 5% do total da obra.
O PCP esteve sempre na primeira linha pela exigência da reposição dos carris e pela sua electrificação, assim como pela sua ligação à rede ferroviária nacional. Em sucessivas ocasiões o PCP apresentou propostas para reposição e electrificação da linha quer em Projectos de Resolução quer em sede de Orçamento de Estado para 2011, em todas estas propostas, PS, PSD e CDS uniram-se para as chumbar.

quarta-feira, dezembro 21, 2011

Nova acção do Movimento Cívico



“Dia 7 de Janeiro, sábado, Coimbra, Lousã, Góis e Miranda avançam sobre Lisboa.
O Movimento Cívico e as populações não se calarão até que a classe política cumpra as promessas.
O Movimento Cívico de Coimbra, Lousã, Góis e Miranda reuniu, como anunciado, no dia 20, pelas 21 horas, no Centro Social Comunitário de Miranda do Corvo.
O objectivo foi preparar a deslocação a Lisboa, para Cantar as Janeiras ao Ministro Álvaro Santos Pereira, no sábado 7 de Janeiro de 2012, reivindicando a necessidade do Governo assegurar a continuidade das obras no Ramal da Lousã/ Metro Mondego.
Na reunião estiveram cidadãos e autarcas dos quatro concelhos: Góis, Lousã, Miranda e Coimbra. Para além dos vários Presidentes de Junta de freguesia, estiveram presentes os vereadores de Miranda e Góis, bem como
o novo Presidente da Câmara de Lousã.
No dia 7 de Janeiro a concentração será feita pelas 7h 30m, em pontos a indicar nos quatro concelhos. Coimbra, Lousã, Góis e Miranda.
DE autocarro os manifestantes deslocar-se-ão para Lisboa onde chegarão pelas 10h 30m, concentrando-se no largo Camões, uma vez que o Ministério esta localizado na Rua da Horta Seca.
No final da acção de publica reivindicação, os participantes deslocar-se-ão do Largo de Camões para a Zona da Expo onde almoçarão.
Para esta manifestação o Movimento Cívico espera ter o apoio dos mais importantes partidos : CDS, PSD, PS, PCP, BE e Verdes uma vez que todos manifestaram apoio á concretização da ligação, sobre carris, entre Serpins e Estação Velha.
O Movimento Cívico vai contactar os Deputados eleitos pelo Distrito para se associarem a esta iniciativa e acompanharem os Presidentes de Câmara e outros autarcas das Assembleias Municipais e de Freguesia.
O Movimento espera que muitos populares e várias organizações locais se associem a esta viagem reivindicando junto dos membros de Governo responsáveis pela continuidade da obra Metro Mondego/Ramal da Lousã.
Os interessados deverão solicitar informações sobre esta viagem junto das Juntas de Freguesia e das Câmaras Municipais.

È a primeira vez que o Movimento conta com o apoio popular vindo do concelho de Góis, facto que demonstra a vitalidade e a solidariedade alargada da região.
Esta não é uma luta claramente supra partidária onde a Região de Coimbra manifesta publicamente que exige ser tratada de forma digna e séria.
Com esta ida a Lisboa o Movimento Cívico pretende reunir com o Ministro da Economia e com o Secretario de Estado dos Transportes para obter informações concretas sobre a continuação das obras no Ramal da Lousã/Metro Mondego, de molde a garantir a existência de um sistema de transporte público de passageiros, sobre carris, de preferência eléctrico, entre Serpins e EstaçãoVelha/Coimbra.
Perante as circunstancias económicas de Portugal todos aceitam que as novas linhas, a construir dentro da cidade de Coimbra (Baixa HUC), possam ser adiadas até haver uma melhoria das condições financeiras.
O Movimento lembra que este processo Ramal da Lousã/Metro não deve ser confundido com obras megalómanas e novos projectos, uma vez que se trata de uma infra-estrutura com mais de cem anos, construída no tempo da Monarquia, que transportava mais de um milhão de passageiros por ano só no espaço Serpins- Estação Parque. Este numero mais que duplicava ao integrar a ligação ferroviária Estação Nova- Estação Velha, dentro de Coimbra.

Independentemente de todo o contexto económico salienta-se que o Senhor Presidente da Republica e o Senhor Primeiro Ministro assumiram publicamente posições que garantem que se vai encontrar uma solução para se efectivar a circulação de pessoas, sobre carris, entre Serpins e Coimbra/Estação Velha.
Recorda-se que todos os partidos na Assembleia da Republica assumiram o compromisso de o Estado concretizar uma ligação ferroviária, sobre carris, Serpins/Coimbra/Estação Velha.
Estamos perante um Projecto que em 2011 foi apoiado por votação unânime na Assembleia da Republica, que tem o apoio do Presidente da Republica Cavaco Silva e o compromisso público do Primeiro-ministro Passos Coelho.
A idoneidade dos mais altos dignitários do Regime é garantia que este processo Ramal da Lousã/ Metro vai ter uma solução satisfatória para as pessoas da região.”

Jaime Ramos, Movimento Cívico de Lousã e Miranda

domingo, dezembro 18, 2011

Férias A©tivas Natal 2011



Todos os anos, pelo Natal, pela Páscoa ou pelo Verão, o Município da Lousã proporciona aos mais novos, umas férias diferentes e bem activas, com diversas actividades, tais como por exemplo: passeios (Serra da Lousã, aldeias serranas, castelo), desporto (natação, voleibol, basquetebol, orientação, …), mantendo-os ocupados.
Mais, uma vez este ano, apesar da crise, o Sector de Desporto e Tempos Livres da Câmara Municipal da Lousã proporciona aos jovens de idades compreendidas entre os 6 e os 14 anos, actividades diversificadas entre os dias 19 e 30 de Dezembro. A comunidade (GNR, Bombeiros) está também presente nestas férias, tentando inculcar aos mais novos, uns certos valores na área da segurança, da floresta, do respeito pela natureza, mostrando-lhes como funciona um aeródromo, um posto de polícia, um quartel de bombeiros, etc.
E os pais dão-se por muito felizes porque nem sempre é possível conciliar as suas férias, com as dos mais novos e nem sempre os avós estão por perto.  
Quantas vezes os mais novos ficam entregue à sua sorte nestes modernos dormitórios?
Um exemplo que poderia ser seguido pela autarquia de Miranda do Corvo.
Já me esquecia o preço por inscrição são 12 €. As inscrições por vezes são tantas que não é possível dar vazão a tanta solicitação.

quinta-feira, dezembro 15, 2011

Explicar o inexplicável


É com manifesta surpresa que tenho acompanhado toda esta situação e à distância - As Eleições no Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo – através dos jornais, contudo e depois de ter falado com alguns pais e professores do dito agrupamento de escolas, que me disseram, que o que, se está a passar é um perfeito absurdo – situação caricata para os dias de hoje – havendo quem se queixe de falta de tolerância, liberdade de expressão e democracia.
Houve quem me dissesse: - “Olha Mário recuamos 40 anos até aos tempos da outra senhora… Eles controlam tudo…”
No entanto aqui ficam dois artigos, um do jornal as Beiras, do passado dia 30.11.2011 e outro penso eu, do jornal Diário de Coimbra, da mesma data, que ajudarão por certo, os leitores a fazer alguma luz sobre o assunto.


quinta-feira, dezembro 08, 2011

Mostra de artes e Oficios


A mostra está patente no Parque Municipal de Exposições da Lousã, entre os dias 8 a 11 de Dezembro de 2011, em destaque o artesanato e a gastronomia.

Penela Presépio 2011


Para mais informações visite a página oficial do Penela Presépio.

Apresentação do livro "O Menino que Sonhava Salvar o Mundo"



O Centro de Estudos de História Local e Regional Salvador Dias Arnaut e a Chiado Editora apresentam o livro "O Menino que sonhava salvar o Mundo" no próximo Sábado, dia 10 de Dezembro, pelas 15h30, no CEHLR SDA.
É o primeiro livro infantil de Filipe Monteiro, ilustrado por Ana Beatriz Marques e, promete encantar a todos, ensinando uma forma diferente de ver o mundo, amar e preservar as coisas simples da vida numa abordagem leve e criativa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...