segunda-feira, janeiro 12, 2009

As Obras ficaram a meio no Mosteiro de Semide

A Câmara Municipal de Miranda do Corvo, face à total inexistência de medidas que levem ao lançamento das obras da 2.ª fase da recuperação do Mosteiro de Semide, voltou a alertar o Governo e a Presidência da República para o estado de degradação em que se encontra este edifício, classificado como monumento nacional.

Segundo nota distribuída à comunicação social, o município mirandense considera que o que se está a passar com este processo é uma autêntica vergonha para o Estado. Foi gasto dinheiro na primeira fase do restauro e a obra ficou inacabada e sem qualquer utilidade.

Neste momento, através do QREN e como o IEFP tem estado disponível para comparticipar a obra dado que necessita de salas para formação profissional, não há razão para a obra não avançar. Recorde-se que numa das outras alas do Mosteiro são realizados cursos pelo CEARTE, que está contudo com carência de espaço.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...