segunda-feira, agosto 02, 2010

Soma e segue, Feira de Velharias em Miranda do Corvo

Começa a ser um sucesso, que o diga o público que acorre cada vez mais à Feira de Velharias, realizada na Praça José Falcão, em Miranda do Corvo, no primeiro domingo de cada mês. Ontem, dia 1 de Agosto de 2010, teve lugar mais uma feira de velharias. Em conversa apurei que para lá dos estrangeiros que nos visitam (ingleses e americanos), já há antiquários nacionais, a deslocarem-se dos lugares mais recônditos do país, desde Lisboa, Porto, Coimbra, Guarda ou até mesmo da Figueira da Foz, estando inclusive a feira de velharias de Miranda do Corvo já referenciada nos sites da especialidade e ameaça tornar-se num caso sério. Vi ainda alguns lousanenses conhecidos que não perdem a feira.


Esta feira encontrou na Praça José Falcão, o espaço ideal para o decurso da iniciativa. Apesar de ser Verão e o calor convidar para outros mergulhos, surpreendeu-me mais uma vez a quantidade de gente, que por ali deambulava em busca duma peça única, telefones antigos, máquinas de escrever, gira discos, máquinas fotográficas, livros antigos, livros em inglês, louças, roupas, sapatos, discos de vinil, cassetes de VHS, cartuchos, bobinas, CD, DVD, quadros, chãs, plantas aromáticas, jóias, por lá havia um pouco de tudo, tendo inclusive uma turista nacional referido que parecia uma «mini feira da ladra».


Uma iniciativa que, por certo mereceria outro tipo de carinho por parte do município mirandense, que por vezes parece alheado daquilo que parece ter interesse para o concelho.


Os quadros do Zé Penicheiro estavam aqui, a 3000 Euros cada um(!)


Mais espantado fiquei eu com um amigo meu, que por cerca de 75 euros comprou a discografia completa de Elvis Presley (parece história, mas é verdade, foi à minha frente).


Para além disso, a feira é um local óptimo para se desenfurrejar o inglês, atenta a quantidade de ingleses e estrangeiros que nos visitam.


Muitos dos vendedores estrangeiros e nacionais rumaram aos restaurantes da vila, para almoçar, tendo-me alguns perguntado onde se poderia comer uma boa chanfana…


Mais uma vez, os fundos apurados (inscrições) reverteram para a Associação do Cedro para animais – Casais de S. Clemente, em colaboração com Câmara Municipal de Miranda do Corvo.


Embora as fotografias apresentam a data de 31.07.2010, estas foram obtidas em 01.08.2010. Ainda não consegui acertar com o relógio da máquina!



4 comentários:

Anónimo disse...

Os estrangeiros devem ter ficado hospedados nos magnificos hoteis e estalagens que temos na vila!!!

Anónimo disse...

Quem sabe se não haverá por ai nenhum mano simpático que lhes ceda um quarto num hotel ou numa quinta?

Tia Dulce

Anónimo disse...

http://www.thecedarcentre.com/

Anónimo disse...

http://centrodocedro.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...