terça-feira, dezembro 12, 2006

Chile, A Marca da Besta

Augusto Pinochet, o Déspota

Augusto Pinochet (1915-2006), responsável pelo outro 11 de Setembro, o de 1973, em que o governo liderado por Salvador Allende, de esquerda e eleito pelo povo, foi deposto pela força das armas, com o consentimento dos EUA.

Salvador Allende

Pinochet era o Comandante-Chefe do Exército Chileno e bombardeou o Palácio Presidencial de La Moneda, em Santiago do Chile, na expectativa de destrui-lo e matar todos os ministros, derrubando assim, o presidente Salvador Allende.

Chove em Santiago...

Allende morreu pouco depois de ser preso. As circunstâncias da sua morte, nunca foram esclarecidas...
Em 17 anos de regime, Pinochet perseguiu os seus opositores intra e extra muros, acusado de tortura, cerca de 4000 mortos, mais de 30.000 desaparecidos, 200.000 exilados...
Os opositores eram atirados ao mar, a bordo de aviões militares...

Chile, a Ditadura Militar em Acção, A Repressão, o Medo, a Angústia...

Em 1998, estando em Londres, o juiz espanhol Baltasar Garzón emite um mandado internacional de prisão implicando-o pelos crimes de assassínio, terrorrismo e tortura, com base em denúncias de familiares de espanhóis desaparecidos no Chile durante a sua ditadura. Fica retido por 503 dias, na capital britânica, sendo libertado, devido à sua saúde precária. O governo britânico, alegou razões de saúde e recusou-se a extraditá-lo para Espanha. Pinochet voltou ao Chile, em Março de 2000.

O juiz Baltazar Garzón jamais abandonou as investigações sobre o ditador e obteve, em Outubro, da justiça chilena autorização, para interrogar Pinochet e a sua esposa, pelo caso das contas secretas, que o general possuía fora do país.

No Chile, Pinochet acumula mais de 300 queixas e processos e onde a imunidade lhe é levantada, nos casos de violações de direitos do homem e de corrupção.

Em Julho de 2001, apresentou um atestado de debilidade mental, que o terá salvado de uma possível condenação.

Em 03.12.2006 Pinochet sofre um ataque cardíaco e ironia do destino falece aos 91 anos, no Dia dos Direitos Humanos - 10 de Dezembro.

1 comentário:

roidecoeurlxgmail.com disse...

Boa Memória..... A luta Continúa.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...