quarta-feira, julho 15, 2009

E porque não, um Movimento Independente às Autárquicas 2009 – Miranda do Corvo?

Chegou-me aos ouvidos que o marasmo iria ser sacudido nas próximas Autárquicas, um zum zum corre na vila, que alguns cidadãos descontentes com a realidade política nacional e local, ponderavam constituir uma lista alternativa para avançarem para a Câmara, pessoalmente não acredito…

Segundo o que consegui apurar são pessoas de vários quadrantes políticos, que estiveram ligados num passado recente a vários partidos políticos, desde o PS, passando pela CDU e BE, e que não se revêem na estrutura local dos mesmos.

Muita gente tem a sensação que algo paira sobre a sociedade mirandense, manipulando a seu bel-prazer partidos, pessoas, e estruturas. Mas é capaz de ser ilusão óptica.

E as estruturas internas dos diversos partidos embarcam na onda, as bases estão minadas pela inveja, senão vejamos a quantidade de políticos descartáveis utilizados pelo PS, CDU e BE. Não se compreende como é que inúmeras pessoas válidas foram afastadas nessas purgas internas, sendo substituídas por ilustres desconhecid@s, que nada tem a ver com o concelho e estão afastados da realidade mirandense.

Após as Autárquicas 2005, depois de mais uma retumbante vitória do PSD, a oposição desapareceu em Miranda do Corvo, puff…

O PS manteve-se discreto na sombra travando lutas inglórias, nos Paços do Concelho, reagindo a quente em muito poucas situações, como por exemplo um comunicado da JS, que seria suposto agitar a sociedade mirandense, um panfleto distribuído em finais do ano de 2008, tirando o espaço de Miguel Baptista, junto ao Mercado Municipal e o recente info-mail, nada mais…

A CDU após as Autárquicas 2005 adormeceu qual Bela Adormecida, que só acorda de 4 em 4 anos, para as eleições. No entanto vimos alguns elementos desta força partidária envolvidos em algumas associações cívicas mirandenses e lutando pelo caminho-de-ferro.

Quanto ao BE, após a saída dalguns elementos, nota-se que cada vez mais está mais elitista e cinzento, falta-lhe descer à realidade local, às freguesias e aos lugares e os candidat@s descerem do pedestal, ombreando com o povo.

Para além disso mantêm-se na lista pessoas que nada tem a ver com Miranda do Corvo. Falta povo à agremiação de Louçã. Para não falarmos dalguns mortais à retaguarda, flick flack, já está, o dito por não dito…

Nada de novo em Miranda do Corvo, tudo permanecerá como dantes.

Assim será fácil à Dra. Fátima Ramos e ao PSD consolidarem mais uma vitória.

Há até quem admita que com candidatos destes e listas como estas, mais vale ficar em casa.

Porque os verdadeiros problemas de Miranda do Corvo permanecem por discutir.

8 comentários:

Duarte disse...

Olhe Mário não lhes dê importância, felizmente você não precisa da política para viver.
O mundo da política é porco e os políticos são uma cambada de sanguesugas, basta ver os noticiários todos os dias. Você não é um político.
Eu sei o tempo e a dedicação que você dispendeu com a campanha anterior. Ninguém lhe reconheceu a importância que teve, porque ninguém queria dar a cara pelo Bloco em Miranda do Corvo, você desculpe que lhe diga você foi usado.
Enfim o mundo é mesmo assim.
Cheio de ingratos.
Mas parece-me que afinal não é só no Bloco que acontecem desses dissabores, sabe me dizer o que aconteceu ao anterior candidato do PS à Câmara Municipal de Miranda do Corvo?

Anónimo disse...

Estou bastante chateada pois ando à bastante tempo para deixar um comentário, mas não consigo, não sei o que se passa com esta história dos comentários, ó senhor mário dê-nos livre acesso para nós dizermos o que pensamos.
Olhe estou de acordo consigo, com candidatos como estes, a Fatinha tem as eleições no papo.
E ainda bem, porque até é uma Doutora fixe, ao contrário dos outros que ninguém os conhece.

Ana Maria Sousa

Mário Nunes disse...

É assim, sobre o que se passou no PS mirandense, não sei, nem quero saber...
Sobre o passado, mais vale tocar a vida para a frente e construir o futuro...
Mas, depois de tanto empenho fica a mágoa, porque houve pessoas que se entregaram de alma e coração, tinham ideias,eram pessoas válidas e foram afastadas, apagadas, o seu contributo era importante para enriquecer o debate de ideias, que pode ser uma campanha eleitoral, que provavelmente se advinha desta vez, muito pobre, talvez, noutros tempos e noutro contexto, nunca se sabe...
Quanto à postagem de comentários, tenho especial atenção na publicação dos mesmos, Ana Maria, de forma a não ferir as susceptibilidades de ninguém.
Porque quando este blog saiu para a rede, houve muita gente que ficou incomodada, não me pergunte porquê?
Seria útil ainda para o real esclarecimento dos mirandenses que os debates promovidos pela Rádio Dueça, entre os diferentes candidatos fosse num lugar público, com a presença de pessoas reais e não no secretismo do estúdio, talvez o resultado do mesmo, pudesse enriquecer a consciência colectiva dos eleitores.

Henriqueta Val-do-Rio disse...

Acho esta sua última ideia muito interessante. Porque não remetê-la à Rádio Dueça?

Mário Nunes disse...

Vou tratar disso...

Paula disse...

Caro Mário Nunes
O que se passa com o Engº António Simões?
Com o Carlos Marta?
E consigo?
Estes eram os rostos da oposição em Miranda do Corvo.
Foram silenciados?
A mando de quem?
Miranda do Corvo, uma terra de estranhos silêncios.
O que se passa com o PCP e com o Bloco?
Coligaram-se?

Mário Nunes disse...

Não respondo a provocações...

Anónimo disse...

E já há candidatura independente? É o que há mais por este Portugal fora... e pelos vistos faz aí falta.
João Paulo Pedrosa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...