segunda-feira, fevereiro 15, 2010

Comemorações do Centenário da República em Miranda do Corvo



A “Loja do Sr. Falcão” foi o local escolhido para a realização da tertúlia “Sociedades Secretas, Maçonaria e Carbonária, e a sua intervenção no advento da República”, pelo Dr. Fernando Fava.

Esta tertúlia enquadra-se no programa das Comemorações do Centenário da República em Miranda do Corvo.

A escolha do local reveste-se de grande significado, tratando-se de uma loja com fundação anterior à implantação da República, sempre gerida por familiares de José Falcão. Nesse mesmo local, muitas conspirações terão acontecido e talvez mesmo algumas reuniões da carbonária uma vez que, segundo alguns historiadores, José Falcão poderá ter feito parte desta sociedade secreta.

Segundo Carlos Ferreira, Presidente da Comissão Organizador das Comemorações do Centenário da República em Miranda do Corvo, “escolhemos aquele espaço, em primeiro ligar porque as tertúlias requerem um ambiente intimista e depois porque fazia todo o sentido escolher um lugar, como este, onde provavelmente se passaram algumas das discussões e dos momentos que protagonizaram a época”. A sala tornou-se pequena para as cerca de 50 pessoas que participaram na tertúlia, sendo necessário utilizar um outro espaço da loja.

Fernando Fava, historiador do CEIS XX e especialista em história da 1.ª República, conduziu uma magnífica e brilhante tertúlia, traçando uma panorâmica do ambiente social e politico que antecedeu a ascensão do partido republicano e a implantação da República.

Especial enfoque teve o papel das sociedades secretas na implantação da República, nomeadamente a maçonaria e a carbonária, especialmente o papel desta ultima como “braço armado” da maçonaria. Foi destacada a importância da Loja Montanha e de Luz Almeida como pivot de articulação entre a maçonaria e a carbonária e sobre o papel da carbonária no regicídio e implantação da República.

No decorrer da tertúlia foram vertidas importantes contribuições, reflectindo diferentes estudos e perspectivas. Particular discussão gerou a questão sobre se se tinha assistido ao domínio da maçonaria pela carbonária ou a uma dominação desta última pela primeira.

Outro tema que motivou de forma particular os intervenientes foi o processo do regicídio e se o mesmo teria resultado de uma decisão carbonária ou se Manuel Buiça e António Costa agiram de mote próprio ou até mesmo por decisão de alguma choça “selvagem” da carbonária.

A discussão esteve à altura do interesse histórico que o assunto suscita ressaltando mais uma vez o facto de o programa da Comemorações do Centenário da República em Miranda do Corvo reunir um conjunto de iniciativas de grande qualidade, com eventos destinados a diversos públicos que marcarão a diferença na região e no país.

O próximo evento das Comemorações do Centenário da República em Miranda do Corvo será uma tertúlia que decorrerá também na Loja do Sr. Falcão, subordinada ao tema “Movimento da Emancipação Feminina”, animada pela Dr.ª Graça Abranches, no dia 12 de Março, pelas 21 horas.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...