sábado, dezembro 24, 2011

Miranda do Corvo já tem uma loja solidária



Naquele espaço, os mais necessitados do Concelho de Miranda do Corvo, têm ao seu dispor roupas, calçado, acessórios de moda e têxteis para o lar.
Para usufruir dos bens desta loja é necessário ser residente no concelho, revelar vulnerabilidade económica e social identificado pela Junta de Freguesia de Miranda do Corvo, ou outra do concelho, pelo Município ou por instituições ligadas à solidariedade social.
O número de peças é limitado por quantidade e espaço temporal, obedecendo ao preenchimento de ficha de utente, desta forma ficam salvaguardados eventuais “excessos”.
Nos últimos dias os donativos têm sido imensos, tal a adesão dos Mirandenses a este projecto. Os voluntários para colaborar na gestão da loja também estão a aparecer em bom ritmo e a julgar pelo primeiro dia de funcionamento os artigos expostos são ao gosto muita gente.

Discurso do Presidente:
Os tempos que atravessamos são cada vez mais duros e difíceis, duros para as famílias, (que se vêm sem trabalho, muitas vezes encontram-se nesta situação ambos os cônjuges, ou com rendimentos reduzidos), duros para as juntas de Freguesia, cada vez mais enfraquecidas com reduções constantes nos seus orçamentos fruto dos cortes orçamentais decretados pelo estado.
Mas este executivo, sentindo a necessidade premente de muitos dos seus fregueses, procurou usar a imaginação, pois como referi o dinheiro é pouco, e encontrou algumas soluções que vão ao encontro das necessidades. Hoje, com a abertura desta loja solidária, damos mais um passo na ajuda aos que mais precisam de nós.
Em cerca de dois anos de mandato foi sempre a nossa preocupação as necessidades sociais, criámos a campanha de recolha de alimentos, já a realizámos por dois anos consecutivos, com a ajuda de todos chegámos a mais de cem famílias e ainda entregámos mais de uma tonelada de alimentos à casa do Gaiato. Mas prometemos não ficar por aqui pois para breve contamos colocar a funcionar uma horta comunitária que ajudará cerca de 20 famílias, numa primeira fase.
É claro que nada disto seria possível sem as muitas ajudas que temos tido por parte dos Mirandenses, as pessoas dão as mãos em torno das nossas iniciativas e colaboram como podem, uns contribuem com roupas ou géneros alimentícios são os cidadãos anónimos desta freguesia que são a base de todo o trabalho. Outros associam-se oferecendo os seus bens, é o caso da Dra. Isabel Campos a quem falei deste projecto e de imediato me deu a chave desta loja, oferecendo-a gratuitamente, Obrigado Dra. Isabel.
Ao município de Miranda pelo apoio prestado.
Dos Srs. Eduardo Moita Eurico Conde e António Patacas, que ofereceram o mobiliário, obrigado Eduardo, Obrigado Eurico Obrigado Patacas.
Deixo para o fim um agradecimento a vários cidadãos anónimos desta Freguesia, eles têm sido as mãos que ligam quem dá a quem precisa de receber, estou a falar dos voluntários desta junta, na sua maioria jovens, que dão um pouco de si para ajudarem quem mais precisa. Eles são algumas dezenas mas hoje destaco o papel destas senhoras aqui presentes, foram incansáveis até que a loja estivesse pronta.”

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...