sexta-feira, janeiro 18, 2008

2ª Via - Estação Centenária de Caminhos de Ferro da Lousã, em Risco!

É verdade, o progresso não se compadece com estas coisas, a velhinha estação de caminhos de ferro da Lousã irá dar lugar a um moderno interface.
Imagens e histórias para recordar, um dia...

A centenária estação dos Caminhos de Ferro da Lousã, o cais de embarque de passageiros e de mercadorias, a grua vizinha e o armazém de mercadorias construído em madeira e revestido a telha marselhesa correm sério risco de vida, pois estão na mira de vorazes empreiteiros, que tudo sacrificam em nome do progresso…

Até a História de um Povo.

A memória colectiva duma vila e edifícios com interesse para a Arqueologia Industrial.



Assim, como os painéis em azulejo centenários...
Que se encontram bastante degradados.
Noutro país da Europa, dita civilizada teriam sido objecto de restauro... E objecto da admiração pública.


Há quem diga, que vem aí mais um parque de estacionamento, outros sugerem a construção de mais uma novel rotunda (tanta rotunda se faz neste país), outros apontam, que ali será construído um moderno interface rodo ferroviário e há ainda, quem se gabe da façanha, dizendo que vai «descontruír» uma cidade e remodelar pela positiva duas vilas e seus arrabaldes, tudo em nome do progresso e do franco desenvolvimento duma região.

Meus amig@s estamos todos entregues, não há quem escape nesta nau de loucos, que dá pelo nome de Portugal…

Fotos e texto de Mário Nunes

Texto publicado em Abril de 2007, neste blogue e reeditado, em tempo de demolições...

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...