sábado, outubro 31, 2009

As obras no Ramal da Lousã começam em Dezembro anunciou a Metro Mondego


De acordo com a informação avançada, no passado dia 28 de Outubro, pela Metro Mondego, o Ramal da Lousã irá encerrar já no próximo dia 2 de Dezembro. O encerramento do serviço ferroviário entre Serpins e Miranda do Corvo marca o início da obra para a instalação do metro de superfície (tram-train).


Após a consignação da empreitada de infraestrutura entre Serpins e Miranda do Corvo será interrompido o serviço. A data marca também o início da entrada em funcionamento dos serviços alternativos, que ao que tudo indica vão realizar-se numa fase inicial só "entre Serpins e Miranda do Corvo". "Atempadamente, os utilizadores do Ramal da Lousã serão avisados dos horários e da localização de cada uma das paragens", informa a sociedade responsável pelo processo.


Entretanto, já no dia 25 de Novembro será consignada a empreitada de infraestrutura entre Serpins e Miranda do Corvo, o primeiro troço a intervencionar para a implementação do Sistema de Mobilidade do Mondego.


O troço Serpins/Miranda do Corvo tem uma extensão aproximada de 16,4 km, representando cerca de 42% da Linha Verde (Linha da Lousã) e está integrado na 2ª etapa da 1ª Fase do Sistema Mobilidade do Mondego.


Fonte: Trevim


Comentário meu:

As obras já estiveram previstas para o inicio deste ano, tendo sido adiadas sucessivamente para Agosto, Setembro e Outubro de 2009, veremos se será desta?

Vamos ver se não vamos ficar todos a ver passar comboios, depois de tanto estudo, tanto projecto e tanto dinheiro gasto ao longo deste tempo todo em salários chorudos, a merecer por certo a atenção da tutela.

Ou se o Ramal não encerrará de vez...

1 comentário:

Isabel disse...

Para tentar atenuar, ou mesmo impedir, os efeitos edesta pseudo requalificação do Ramal da Lousã, vamos concentrar-nos no próximo dia 16, pelas 17horas no apeadeiro de S.José...exigindo que a linha não encerre até estar devidamente esclarecida a programação, quer dos trabalhos, quer dos sucessivos concursos entretanto abertos... A propósito, não é curioso que se divulgue a realização de uma consignação de trabalhos sem divulgar a que empresa vão ser consignados e por quanto?????????????
Temos também prevista a realização de uma reunião em Miranda do Corvo no dia 22, para a qual se irá desafiar o Sr. Presidente da Metro Mondego a estar presente a fim de dar explicações aos utentes sobre a calendarização dos trabalhos e tempo de encerramento (na pior das hipóteses) da linha.
Contamos com a vossa presença!!! Pela defesa dos direitos dos utentes do Ramal.
Isabel Simões (Utente e membro do MDRL)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...