sábado, maio 21, 2011

A máscara

O dirigente social-democrata Marcelo Nuno declarou ao jornal “Campeão” que um excerto de uma entrevista divulgada hoje, concedida por Ana Jorge (PS), representa a “queda da máscara” da cabeça de lista de potenciais deputados socialistas à Assembleia da República pelo círculo de Coimbra.

Segundo o economista e líder distrital conimbricense do PSD, o teor desse excerto, acerca do Metro de superfície, configura uma “tentativa de fazer cair num embuste os munícipes de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã”.

Em entrevista concedida ao jornal Diário de Coimbra, a ministra cessante da Saúde alude a “problemas relacionados com os túneis”, no contexto do desenvolvimento do projecto do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), assinalando ser necessário compatibilizá-los com determinado tipo de autocarros.

“Só a irresponsabilidade do Governo de José Sócrates conseguiu destruir o centenário Ramal ferroviário da Lousã sem acautelar uma alternativa”, alega o economista.

Segundo Marcelo Nuno, “para quem ainda tinha dúvidas acerca das verdadeiras intenções do Executivo as coisas parecem ter ficado muito mais claras”.

Para o dirigente social-democrata, “é tempo de mudar de vida e de acabar de vez com a mentira e a irresponsabilidade de quem, por um lado, não sabe governar e, por outro, não tem o mínimo de respeito pelo povo a ponto de lhe mentir descaradamente”.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...