quinta-feira, novembro 19, 2009

Utentes do Ramal da Lousã exigem mais informação sobre o início das obras na linha férrea



Utilizando palavras de ordem à passagem de cada composição pela estação, os manifestantes empunhavam também cartazes e faixas onde se lia: "Não TRAMem a linha", "Ramal centenário merece respeito" e "Utentes exigem respeito, mentiras não".
Concentrados na Estação de S. José, em Coimbra, os manifestantes começaram a desmobilizar perto das 19h, numa composição que se deslocava em direcção à Lousã.

Os manifestantes mais activos abandonaram o local um pouco depois, em viaturas que se encontravam nas imediações.
Para domingo, pelas 15h, em Miranda do Corvo, o Movimento de Defesa do Ramal da Lousã tem prevista uma nova reunião. Promete também manifestar-se a 1 de Dezembro, na Lousã, no acto de lançamento de um livro sobre os 100 anos do ramal e véspera do encerramento do primeiro troço, para o arranque das obras.

Fonte: Lusa

2 comentários:

Isabel disse...

Bem... este "senhor" jornalista realmente deita por terra um conceito de jornalismo que eu não tinha dado conta que tinha desaparecido.... Como pode alguém com responsabilidade em informar estar num qualquer evento, não interpelar nenhum dos intervenientes, reproduzir o que ouve dizer, referir-se às pessoas presentes, na minha opinião de uma forma quase a roçar o ofensiva, e ainda acabar, em fim de festa por insinuar que os "ACTIVISTAS" do MDRL não utilizam o meio de transporte pelo qual lutam!!!!!!!!!!!! Há que denunciar esta forma de fazer "jornalismo"!!!!!
Isabel Simões

Anónimo disse...

Ao ponto que isto chegou, se calhar o vídeo foi censurado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...