sexta-feira, novembro 02, 2007

ADFP comemora 20 Anos


«A ADFP, instituição de solidariedade social que conta actualmente com 3.400 utentes nas suas diversas, está a comemorar o 20.º aniversário.


A Associação para o Desenvolvimento e Formação Profissional (ADFP) de Miranda do Corvo está a assinalar o seu 20.º aniversário e reunirá, num jantar comemorativo que se realiza no próximo sábado, mais de cinco centenas de pessoas, entre membros dos órgãos sociais, funcionários, utentes, colaboradores e alguns convidados.
As comemorações abrem – se à participação da população no domingo, com uma “Viagem pela História da Vila”, um percurso pedonal organizado pelo Clube de Caminheiros. Pelas 16H00, o grupo musical Dixie Gringos actua na sala de cinema de Miranda do Corvo, numa iniciativa de entrada livre, que conta com o apoio do INATEL.


No dia do aniversário, 6 de Novembro, realiza-se, às 15H00, uma missa comemorativa, seguindo-se o descerramento de uma lápide em homenagem aos falecidos sócios honorários, Jaime Vicente e José Carranca Redondo, Alberto Anastácio, membro do Conselho de Fundadores, e Fausto Correia, membro do Conselho de Estratégia da ADFP.


Na semana que se segue decorre um conjunto de iniciativas comemorativas envolvendo as diversas valências da instituição, que incluem espectáculos de música, teatro e eventos desportivos, num salutar convívio para os utentes da instituição, colaboradores, beneméritos e população.



Integrar o indivíduo

IPSS sem fins lucrativos, reconhecida como de Utilidade Pública desde 1989, a ADFP tem sede em Miranda do Corvo e estende o seu raio de acção a vários concelhos do distrito de Coimbra, assegurando valências e serviços culturais nos concelhos de Coimbra, Penela, Lousã, Góis e Penacova.


A ADFP tem mais de 2.500 sócios e cerca de 3.400 utentes e utilizadores que frequentam regularmente os serviços disponibilizados pela instituição, e destes, 250 pessoas, entre idosos, deficientes, doentes crónicos, mulheres maltratadas e crianças, vivem nas residências da IPSS. A instituição possui valências sociais, serviços de saúde, secções culturais, recreativas e desportivas e apoia deficientes, doentes crónicos e inadaptados, crianças, jovens e idosos, lutando pela “completa integração do indivíduo na sociedade” e “integração de diferentes grupos sociais e convívio intergerações”, realça uma nota enviada à comunicação e assinada pelo presidente da ADFP, Jaime Ramos.


A ADFP “é o maior empregador do concelho de Miranda do Corvo com quase 200 funcionários, pagando ainda subsídios regulares de formação, ocupação e prémios de voluntariado a cerca de 200 pessoas”, refere a mesma nota, sublinhando que “quase 30 por cento das actividades laborais da ADFP são desempenhadas por pessoas com deficiência”.

Criar uma fundação

A ADFP nasceu em 1987 de uma iniciativa de formação profissional para deficientes promovida por Jaime Ramos, que contou com o apoio da ARCIL da Lousã e de Aires Silva Caetano e Carlos Torres das Neves. No ano em que completa 20 anos, a instituição avança para a sua transformação organizacional criando a Fundação ADFP. Nos projectos para os próximos anos inclui um hospital/clínica médico-cirúrgica, um lar para idosos no Senhor da Serra, construção de um prédio para habitação social, o Hotel na Quinta da Paiva, um Museu de Artes e Ofícios Tradicionais e um parque temático com animais selvagens autóctones.»

In As Beiras

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...