domingo, outubro 24, 2010

XI Feira da Árvore de Semide


Decorre neste fim-de-semana, dias 22, 23 e 24 de Outubro, a XI edição da “Feira da Árvore” que este ano se realiza no Pavilhão Multiserviços de Semide, regressando assim à sede de freguesia.

A inauguração oficial da feira decorre amanhã, dia 22 de Outubro, pelas 18 horas, com a visita das entidades oficiais ao recinto.

Trata-se de um certame que alcançou grande tradição, organizado pela Câmara Municipal de Miranda do Corvo, Junta de Freguesia de Semide e com o apoio da Associação de Viveiristas do Distrito de Coimbra e Junta de Freguesia de Ceira.

Esta feira já criou raízes, estando transformada num espaço de troca de experiências, conhecimentos, contactos profissionais, para além da parte lúdica e gastronómica.

A feira conta com cerca de 76 expositores, entre viveiristas (36), instituições públicas e stands de equipamentos para a actividade (10). A novidade deste ano na Feira da Árvore é a realização da I Feira de Artesanato, que vai contar com 30 expositores.

O objectivo do certame passa por divulgar e defender uma actividade de grande importância no concelho de Miranda do Corvo e que assume um papel também importante em concelhos vizinhos, nomeadamente Coimbra (Freguesia de Ceira) e Lousã.

Salienta-se o facto de na freguesia de Semide se encontrar a maioria dos agricultores que desenvolve esta actividade no país, tornando-se assim uma área de grande expressão que importa apoiar e desenvolver. Do seu sucesso enquanto viveiristas depende não só um aspecto importante de riqueza concelhia e regional mas também da sua representatividade nacional.

Apesar de ser uma zona relativamente pequena, cerca de 80% da produção nacional de viveiros provêm da freguesia de Semide e região envolvente, como é o caso de Ceira e Lousã.

Para além da divulgação da actividade e produtos viveiristas, a feira serve também como ponto de encontro entre profissionais que desta forma podem trocar experiencias através da realização de jornadas técnicas. Este ano as jornadas realizam-se no dia 23 de Outubro e são organizadas pela Escola Superior Agrária de Coimbra e contam também com a colaboração de diversas entidades, nomeadamente do Instituto Nacional de Recursos Biológicos, do Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Português e da SYGENTA, empresa líder mundial no sector agrícola.

As jornadas técnicas iniciam-se pelas 9 horas e 30 e vão abordar temas como “Princípios da Multiplicação de Fruteiras em Viveiros”, “A Importância da Inspecção de Viveiros para a Fruticultura Competitiva”, “Videiras” e “O Pedrado”.

Também à semelhança de anos anteriores, a gastronomia terá lugar de destaque na Feira da Árvore.

A animação tem marcado também a realização da Feira da Árvore. Este ano, o programa é bastante rico e diversificado e conta nomeadamente com a actuação do grupo “Ús Sai de Gatas”, no dia 22, às 22 horas. No dia 23, pelas 17 horas haverá animação cultural ainda a definir e pelas 22 horas e 30 realiza-se um espectáculo musical com o Grupo “Função Públika”. O Domingo, dia 24, será bastante preenchido, realizando-se pelas 15 horas uma tarde de folclore com a actuação do Rancho Flor das Cortes, do Rancho Típico de Semide e do Rancho Infantil da Granja de Semide. pelas 16 horas e 30 poder-se-á assistir a um espectáculo da Tuna Feminina da Universidade de Coimbra, as Mondeguinas.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...