sábado, setembro 13, 2008

Lousã acolhe mestria dos artesãos conjugada com sabores da boa mesa

«A vila da Lousã recebe até ao próximo domingo a 19.ª Mostra Nacional de Artesanato, certame que decorrerá em simultâneo com o Festival de Gastronomia da Serra da Lousã.

A conjugação destes dois eventos representa a intenção do Município em mostrar a genuinidade das tradições e do artesanato nacional, contribuindo, simultaneamente para recriar os sabores gastronómicos que espelham a ruralidade patente nas ementas, pratos e especialidades das várias regiões de Portugal.(...)

A mostra de artesanato, inaugura hoje no Parque Municipal de Exposições da Lousã pelas 18h30 e prolonga-se até ao próximo domingo, contando com a presença de 71 expositores. “Trazer à Lousã novas formas de artesanato, apostar naqueles que são reconhecidos talentos nas suas artes e, simultaneamente, promover o trabalho dos artesão ao vivo”.

Sabores de todo o país

As “tasquinhas” do Festival da Gastronomia da Serra da Lousã, que irão laborar todos os dias, desde a abertura ao encerramento do certame, são dinamizadas pelo Grupo Etnográfico da Região da Lousã, o Rancho Infantil Estrelinhas da Ponte do Areal, a Associação Recreativa, Cultural e Social das Gândaras, o Rancho Folclórico e Etnográfico de Vilarinho e o Clube Académico das Gândaras, cinco colectividades do concelho que assumem a responsabilidade de promover os sabores da cozinha tradicional da região.

Um olhar rápido ao cardápio preparado para os próximos dias permite vislumbrar lombo assado com castanhas, cabrito à serrana, chanfana, bacalhau com migas e batatas a murro, sarrabulho e bucho recheado, agradáveis propostas a rematar com os doces e licores da região.

Neste que é também um evento dedicado à diversidade de saberes e sabores que tão bem caracterizam Portugal, a somar aos “Talasnicos” da Lousã e ao Licor Beirão, marcam presença a doçaria conventual de Tentúgal e Alcobaça, os frutos secos caramelizados do Algarve, os ovos moles de Aveiro, os queijos, enchidos e fumeiros de Sabugueiro ou até a doçaria, bebidas e sumos da ilha da Madeira, entre muitos outros.

Acautelando uma eventual visita da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) ao Festival de Gastronomia da Serra da Lousã, Fernando Carvalho explicou que o investimento feito em anos anteriores, na aquisição de equipamentos e criação de condições, bem como a formação que foi ministrada a quem irá estar a trabalhar nas “tasquinhas” é garantia de que o certame decorrerá dentro do que é estipulado pela legislação.

Eventos que potenciam e promovem a cultura popular e a gastronomia tradicional, o programa de animação preparado pelo Município da Lousã dá à música portuguesa lugar de destaque. Pedro Barroso (sábado) são responsáveis por momentos musicais que preenchem os próximos dias, a par dos Astedixie (domingo) e Zukra (sexta-feira), dois grupos inspirados, respectivamente, pela sonoridade dixie e pela música céltica.

A diversidade cultural está também bem patente no restante cartaz de lazer, que integra um festival de folclore luso-espanhol a levar a cabo no domingo, pelo Grupo Etnográfico da Região da Lousã, no âmbito do EtnoXisto (II Mostra Etnográfica da Lousã).

Partir à descoberta da Lousã

A pretexto da mostra de artesanato e do festival de gastronomia, uma visita ao concelho da Lousã durante os próximos dias constitui ainda uma oportunidade para conhecer as várias aldeias serranas (Candal, Casal Novo, Cerdeira, Chiqueiro e Talasnal), recentemente recuperadas no âmbito do Programa das Aldeias do Xisto, apreciar o contacto com a natureza através de um passeio pela Serra da Lousã ou, simplesmente, usufruir dos espaços de lazer das praias fluviais da Senhora da Piedade, Bogueira e Senhora da Graça.

Para aqueles cujo estômago fala mais alto e para quem o apelo da boa mesa é imperativo no que concerne a decidir o programa de fim-de-semana, para além do festival de gastronomia, os estabelecimentos de restauração da Lousã são conhecidos pela sua ementa diversificada e pelos pratos soberbos que incluem na sua confecção peixes do rio e carnes de javali, veado e cabrito, entre outras, combinando os sabores tradicionais com o gosto contemporâneo. Apenas para abrir o apetite, é justo destacar o restaurante “O Burgo”, localizado junto ao Castelo da Lousã, recentemente distinguido pelo semanário Expresso com o “Garfo de Ouro”.

A capacidade de alojamento no concelho, área que tem vindo a ser alvo de atenção privilegiada por parte da autarquia nos últimos anos, permite responder hoje às expectativas dos vários tipos de cliente. Da classe e requinte do Meliá Palácio da Lousã Boutique Hotel ao conforto e modernidade da Pousada da Juventude da Lousã, passando pelas várias unidades de turismo rural e pelo Parque de Campismo de Serpins, não faltam opções a quem procura um local aprazível para se hospedar durante o fim-de-semana, por forma a melhor conhecer o que o concelho da Lousã tem para oferecer a quem o visita.

In Campeão das Províncias


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...