terça-feira, julho 29, 2008

Serões de Verão no Gondramaz

Para ampliar, clique duas vezes sobre a imagem

Ciência Viva no Verão


Arganil

Relíquias vegetais da Serra do Açor: Mata da Margaraça

(Departamento de Biologia - Universidade de Aveiro) Data: 29-08-2008 9:00:00 Lista de Espera Descrição: Esta actividade envolve a visita à Reserva Natural da Mata da Margaraça, um bosque que é considerado uma relíquia da vegetação primitiva, sendo feita referência ao enquadramento histórico, situação actual e perspectivas futuras de conservação da flora vascular, entre outros valores naturais presentes neste ecossistema. Os participantes devem levar farnel, bem como roupa e calçado adequados. Ponto de encontro: Junto à reitoria da Universidade de Aveiro Como Chegar: A reitoria fica na zona central do campus universitário Idade mínima: 10 anos Localidade: Mata da Maragaraça (Benfeita) / ARGANIL / COIMBRA Itinerário: Aveiro - Mata da Margaraça (Benfeita-Arganil) - Aveiro Duração: 10 h Transporte: Assegurado pela organização a partir do ponto de encontro Responsável pela acção: Paulo Silveira Materiais adicionais: A flora da Serra do Açor: passado, presente e perspectivas futuras de conservação

Coimbra

Astronomia no Verão 2008


(Associação de Física da Universidade de Aveiro)

Data: 16-08-2008 16:00:00 Inscrição opcional Descrição: Sessão de observação Solar com telescópio. Ponto de encontro: Parque verde do Mondego Como Chegar: O local de Observação é à entrada do Parque verde do Mondego Idade mínima: 3 anos Localidade: Coimbra / COIMBRA / COIMBRA Duração: 2 h Responsável pela acção: José Augusto da Luz Matos URL: http://www.fisua.pt.vu

Sessão de Observação

(ADM Estrela - Associação de Desenvolvimento e Melhoramentos) Data: 19-08-2008 22:00:00 Inscrição opcional Descrição: Ao longo da sessão será feita uma breve apresentação e identificação das constelações e das suas estrelas mais brilhantes.
Será ainda possível observar a Lua, alguns planetas e seus satélites, enxames, nebulosas e galáxias.

Ponto de encontro: Parque Verde do Mondego (junto à Ponte Pedonal)
Como Chegar: Centro de Coimbra Idade mínima: 0 anos Localidade: Coimbra / COIMBRA / COIMBRA Duração: 2 h Responsável pela acção: João Pedro Saraiva

A Geologia e a Alteração de Monumentos em Coimbra

(Departamento de Ciências da Terra, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade de Coimbra) Data: 23-08-2008 8:00:00 Lista de Espera Descrição: Observar e analisar a alteração em monumentos constituídos por rochas com caraterísticas diferenciados, as suas causas e possíveis metodologias de tratamento. Ponto de encontro: Largo D. Dinis. Como Chegar: Em Coimbra tomar a direcção da Universidade (Pólo I). O Largo D. Dinis situa-se ao cimo das designadas Escadas Monumentais. Idade mínima: 1 ano Localidade: Coimbra / COIMBRA / COIMBRA Itinerário: Coimbra Duração: 10 h Transporte: Assegurado pela organização a partir do ponto de encontro Responsável pela acção: António Luís de Almeida Saraiva Nota: Levar calçado adequado para fazer caminhadas na cidade de Coimbra. O almoço fica a cargo de cada um dos participantes.

Figueira da Foz

Censos de Pequenos Cetáceos e Aves Marinhas na Costa Atlântica

(Departamento de Biologia - Universidade do Minho) Data: 06-08-2008 7:30:00 Lista de Espera Descrição: Propõe-se a realização de um percurso de barco na costa norte de Portugal, entre dois Portos. O percurso entre Portos será de 6 horas. Os participantes efectuarão o recenceamento de pequenos cetáceos e aves marinhas. Os trabalhos são acompanhados por 4 investigadores. O retorno ao Porto de origem será efectuado por viatura a disponibilizar pela organização. Ponto de encontro: Vários a definir telefónicamente com os participantes Como Chegar: A explicar aos participantes por email ou via telefónica visto que varia de Porto para Porto Idade mínima: 16 anos Localidade: Várias ao longo dos diversos percursos a cobrir a costa norte / FIGUEIRA DA FOZ / COIMBRA Itinerário: Saída do Porto até às 20 milhas da costa e depois para Porto seguinte. Retorno em viatura. Duração: 8 h Transporte: Assegurado pela organização a partir do ponto de encontro Responsável pela acção: José Vítor Vingada Nota: Esta acção irá beneficiar de material educativo e de divulgação proveniente do Projecto SAFESEA, Projecto Abrigos e CRAM-Q Materiais adicionais: CetAvesextra

Visita ao Farol do Cabo Mondego

(Marinha Portuguesa-Direcção de Faróis) Data: 09-08-2008 18:00:00 Inscrição Obrigatória (40 vagas) Descrição: Visita ao farol enquadrada pela explicação da sua história e do seu sistema de funcionamento. Durante o crepúsculo vespertino os visitantes participarão no momento de acender o farol. Ponto de encontro: Farol do Cabo Mondego Como Chegar: Farol do Cabo Mondego Idade mínima: 0 anos Localidade: Buarcos - Figueira da Foz / FIGUEIRA DA FOZ / COIMBRA Itinerário: Farol do Cabo Mondego Duração: 2 h Transporte: Próprio Nota: Por razões de segurança, a hora limite para permanecer na lanterna de cada farol será até 15 minutos antes do ocaso do sol.

Safari fotográfico no Jurássico Superior do Cabo Mondego
(Departamento de Ciências da Terra, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade de Coimbra) Data: 01-09-2008 9:30:00 Lista de Espera Descrição: O riquíssimo património natural da região centro litoral é visitado num dos seus locais mais emblemáticos, em que paisagens e ecossistemas do Jurássico Superior se reconstituem a partir do grande Livro da Terra. Os participantes poderão observar fósseis, estruturas sedimentares e rochas, imaginando paisagens deslumbrantes, numa viagem às profundas transformações ambientais que a Terra sofreu. Ponto de encontro: Frente ao Restaurante Teimoso, no estacionamento da Marginal Oceânica. A organização vai estar presente com uma carrinha Astra preta com cartazes da Geologia no Verão 2008. Como Chegar: A partir da entrada da Figueira da Foz (A14 ou EN109), seguir a avenida marginal até às muralhas de Buarcos e depois percorrer toda a extensão da marginal oceânica. Idade mínima: 0 anos Localidade: Buarcos - Figueira da Foz / FIGUEIRA DA FOZ / COIMBRA Itinerário: Fonte das Pombas-Nerineas-Couto Mineiro-Pedra do Roaz-Fábrica de Cal-Carvão-Pedra da Nau-Mina. Duração: 4 h Transporte: Próprio Responsável pela acção: Pedro Callapez Nota: É fundamental o uso de calçado adequado, calças e chapéu, visto que se vai percorrer um trajecto ao longo de uma arriba, na baixa-mar, com alguns troços um pouco acidentados.


A organização faculta _boleia_ para algum participante que chegue à Figueira da Foz de autocarro ou de comboio. Nesse caso é necessário combinar previamente por mail ou telemóvel.

Materiais adicionais: Ponto de encontro

Itinerário
Panorâmica do percurso

O triângulo Figueira da Foz-Quiaios-Montemor-o-Velho: arquitectura, conflitos e ideias
(Departamento de Ciências da Terra, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade de Coimbra) Data: 01-09-2008 15:00:00 Inscrição Obrigatória (6 vagas) Descrição: Encaixado entre o mar, a serra, a planície e o rio, o triângulo Figueira da Foz – Quiaios - Montemor-o-Velho oferece uma excelente oportunidade para uma reflexão sobre a geologia local e o dramático confronto com a acção antrópica. Ponto de encontro: Marina da Figueira da Foz Como Chegar: Via Comboio: sair na estação da Figueira da Foz_ apanhar o autocarro para Buarcos ou Cabo Mondego_ sair na paragem do Jardim Municipal, junto ao Mercado e à Marina.

Via automóvel: ao entrar na cidade, dirigir-se ao Jardim Municipal, junto ao Mercado e à Marina.

Voltados para o Jardim, avançar pela rua à direita, até alcançar o edifício do Tribunal. Chegados aqui, cortar à direita e subir a rua, em direcção ao Museu Dr. Santos Rocha. Idade mínima: 12 anos Localidade: Figueira da Foz / FIGUEIRA DA FOZ / COIMBRA Itinerário: Figueira da Foz-Quiaios-Brenha-Alhadas-Montemor-o-Velho-Figueira da Foz Duração: 4 h Transporte: Assegurado pela organização a partir do ponto de encontro Responsável pela acção: Fernando Carlos Lopes Nota: Trazer calçado e roupa adequados a percurso pedonal.

Lousã

Oficina de Segurança - Sala de Trânsito


(Município da Lousã) Data: 01-08-2008 9:30:00 Inscrição Obrigatória (16 vagas) Descrição: A Sala de Trânsito é um pólo da Oficina de Segurança, onde são trabalhadas com as crianças e jovens algumas questões sobre prevenção e segurança rodoviária. Ponto de encontro: Câmara Municipal da Lousã - Sector de Educação ou Nave de Exposições.

Como Chegar: Veja as indicações em http://www.cm-lousa.pt/turismo/index.htm

A _Sala de Trânsito_ situa-se perto do centro da vila, junto ao apeadeiro da CP e no edifício da Nave de Exposições. Existe sinalética. Idade mínima: 0 anos Localidade: Lousã / LOUSÃ / COIMBRA Duração: 1 h Transporte: Próprio Responsável pela acção: Marta Correia URL: http://www.cm-lousa.pt/educacao/oficina_seg.htm

Visita ao Centro de Emissão do Trevim, Serra da Lousã

(PT – Portugal Telecom ) Data: 02-08-2008 15:00:00 Inscrição Obrigatória (2 vagas) Descrição: O Centro Emissor da Lousã localiza-se no cimo da serra da Lousã. Está implantado a uma cota de 1200 metros, com uma torre de 120m metálica espiada.
A torre serve de suporte às antenas de emissão de VHF (RTP1) e UHF (:2 e SIC).
É também um ponto de recepção de sinais das delegações regionais dos operadores de televisão existentes na zona Centro do país.

Ponto de encontro: Centro Emissor da Lousã - Trevim.

Como Chegar: Na vila da Lousã (a 28Km de Coimbra), subindo a estrada da serra em direcção a Castanheira de Pêra e já no planalto, virar à esquerda na indicação Trevim.
Idade mínima: 0 anos Localidade: Trevim - Alto da Serra da Lousã / LOUSÃ / COIMBRA Duração: 2 h Transporte: Assegurado pela organização a partir do ponto de encontro Responsável pela acção: Olga Pereira Nota: Identificação obrigatória mediante BI.

Rota do Papel

(Município da Lousã) Data: 29-08-2008 9:30:00 Inscrição Obrigatória (15 vagas) Descrição: Visita a empresas e centros de formação onde se percebe o percurso do papel, desde a floresta até à utilização no dia a dia. Percurso sobre: Gestão, exploração e protecção florestal_ Empresas transformadoras do papel_ Empresas utilizadoras do papel. Ponto de encontro: Câmara Municipal da Lousã Como Chegar: Veja as indicações em http://www.cm-lousa.pt/turismo/index.htm

A Câmara Municipal da Lousã situa-se no centro da vila Idade mínima: 0 anos Localidade: Lousã / LOUSÃ / COIMBRA Itinerário: A definir, conforme a disponibilidade das empresas e os interesses dos participantes. Duração: 6 h Transporte: Próprio Responsável pela acção: Marta Correia URL: http://www.cm-lousa.pt/educacao/rotas_educ.htm

Nota: Poderá agendar qualquer em Agosto, de segunda-feira a sábado. A Autarquia tentará conseguir uma data de consenso entre as várias inscrições de forma a criar grupos de visita. Deixe o seu contacto na Secretaria do Sector de Educação (239990370) e os locais e a(s) data(s) preferencial(is) de visita e será contactado posteriormente.

No rasto dos veados da Serra da Lousã

(Departamento de Biologia - Universidade de Aveiro)

Data:

13-09-2008 e 14-09-2008 15:00:00 Lista de Espera

Descrição:

Com partida prevista para as 15h00 junto à Câmara Municipal da Lousã, os participantes terão a oportunidade de visitar uma aldeia do xisto e de, ao fim da tarde, fazer excelentes observações de veados, no seu ecossistema natural, em plena Serra da Lousã. A chegada está prevista para as 20h30.

Ponto de encontro:

Traseiras da Câmara Municipal da Lousã, entre as 14h30 e as 15h00

Como Chegar:

Partindo de Coimbra, ir pela EN17 até à Lousã. Na vila da Lousã, procurar as indicações Câmara Municipal da Lousã.

Idade mínima:

15 anos

Localidade:

Lousã / LOUSÃ / COIMBRA

Itinerário:

Vila da Lousã (Câmara Municipal) - Aldeia do Xisto (Candal) - Serra da Lousã - Vila da Lousã

Duração:

6 h

Transporte:

Assegurado pela organização a partir do ponto de encontro

Responsável pela acção:

Carlos Fonseca

URL:

http://www.bio.ua.pt

Nota:

A entidade promotora assegurará o transporte de todos os participantes desde a vila da Lousã até à Serra, bem como o regresso ao ponto de partida. Aconselha-se o uso de roupa e calçado confortável para montanha e agasalho. Os participantes poderão levar um lanche leve e água. Parcerias com a Direcção-Geral dos Recursos Florestais e Câmara Municipal da Lousã.

http://www.cienciaviva.pt

segunda-feira, julho 28, 2008

Pavilhão Multiusos de Semide, a concurso público

A Câmara Municipal colocou a concurso a construção de um Pavilhão Multiserviços em Semide.

Este edifício vai albergar diversas funções, estando, como se sabe, numa localidade com forte tradição comercial.

O local onde será construído o edifício é o mesmo onde actualmente se realiza a feira mensal que regista larga participação. Com a construção desta infra-estrutura surgirá um ponto de encontro, dinamizador e organizador de um espaço actualmente descaracterizado.

O edifício é composto de diversos corpos que se unem num fim comum: servir a freguesia de Semide, dotando a de um elemento fulcral para o seu desenvolvimento económico e urbano.

O edifício é constituído por dois volumes que organizarão o espaço exterior num contido e agradável espaço de estar, a plataforma superior, bem como num amplo espaço situado numa plataforma inferior, onde poderão ser realizados diversos eventos e actividades.

O piso inferior é um espaço destinado a mercado, com todas as condições de higiene, salubridade e funcionalidade exigidas a um espaço deste tipo como instalações sanitárias, cais de descarga, arrumos e uma sala de reuniões existindo ainda, já no piso superior, uma bateria de lojas que originarão um espaço destinado a comércio e/ou serviços, a nova sede da Junta de Freguesia de Semide e um espaço comercial de maiores dimensões.

Para a construção destes 1 583.00 m2 de área de edifício e dos arranjos exteriores prevê se uma estimativa orçamental de € 647 814.73, encontrando se a obra neste momento em fase de concurso público por parte da entidade responsável, o Município de Miranda do Corvo.

Com esta obra o Município de Miranda do Corvo responde ao desafio da requalificação dos seus espaços urbanos através de investimentos capazes de proporcionar desenvolvimento económico e social.

Animação de Verão

Para ampliar clique duas vezes sobre o cartaz.

Gravuras Antigas da Vila da Lousã (5)

quinta-feira, julho 24, 2008

Comemorações dos 125 Anos da Filarmónica do Espinhal

Nos dias 25, 26 e 27 de Julho, decorrem na Vila do Espinhal as Comemorações dos 125 da Filarmónica do Espinhal com um programa musical bastante recheado, incluindo uma Exposição dos 125 Anos da Filarmónica do Espinhal, concertos de música e até uma audição dos alunos da Academia de Música, no piano, viola e bateria.

Como comemoração, será apresentada no dia 25 de Julho, a nova identidade e imagem corporativa da Filarmónica do Espinhal.


PROGRAMA

25 de Julho


Sede da Filarmónica do Espinhal
21H00 – Abertura da Exposição “ 125 Anos de Filarmónica”
- Apresentação da nova IDENTIDADE e imagem corporativa

Quinta do Castelo - Espinhal
22H00 – Sessão Solene “Comemorativa dos 125 Anos”
- Descerramento da Placa Comemorativa
- Licor de Honra

26 de Julho

Sede da Filarmónica do Espinhal
14H00 - Reabertura da Exposição “ 125 Anos de Filarmónica”

16H00 – Audição dos alunos da Academia de Música, no piano, viola e bateria

19H00 – Concerto pela Filarmónica do Espinhal integrando os novos Filarmónicos e Professores da Academia

21H00 – Jantar comemorativo dos 125 anos

22H00 – Actuação de “CortiSax”
Quarteto de saxofones do Norte Alentejano

23H00 – Actuação do músico “Mário Mata”

27 de Julho

Igreja Matriz do Espinhal
09H00 – Participação da Filarmónica na Missa Dominical

10H00 – Romagem ao cemitério

Largo da Fonte
11H00 – Encerramento das Comemorações junto ao Monumento da Filarmónica

Actuação da Compañia Folklórica “Manik: Aire, Viento y Espiritu” – México

No dia 11 de Julho, no âmbito das Noites de Verão, a Compañia Folklórica “Manik: Aire, Viento y Espiritu”, do México actuou na Praça José Falcão, em Miranda do Corvo.

Inauguração da Praia Fluvial de Segade

No dia 13 de Julho, foi inaugurada a Praia Fluvial de Segade.

A praia fluvial de Segade é uma nova zona de lazer, dotada de um parque infantil, zona para piquenique e uma zona de balneários e bar.

O horário de funcionamento da praia é das 16h00 às 20h00 e a utilização é gratuita.

Piscinas Naturais da Senhora da Piedade Requalificadas

O município da Lousã está a levar a cabo obras de requalificação das Piscinas Naturais da Sr.ª da Piedade.


Após uma primeira fase que contemplou o arranjo do piso da zona envolvente, colocação de novas comportas e intervenções ao nível das acessibilidades, a 2ª fase da intervenção está a incidir sobre os balneários e wc´s, incluindo a construção de wc para pessoas com mobilidade reduzida, bem como, ao nível das acessibilidades com a construção de uma ponte suspensa sobre as piscinas, facilitando assim, o acesso ao bar, aos balneários e à zona de merendas.

É já amanhã, mais uma bicicletada...

Aparece e traz amigas/os Smile

  • Aveiro - Início de encontro na Praça Melo Freitas (perto do Rossio) a partir das 18h, saída às 18h30.
  • Coimbra - Concentração no Largo da Portagem, junto à estátua do Mata Frades.
  • Lisboa - Concentração na Marquês Pombal, no início do Parque Eduardo VII.
  • Porto - Concentração na Praça dos Leões.

Divulguem junto dos vossos contactos...

Aparece no Largo da Portagem, amanhã, dia 25 de Julho de 2008, sexta feira, com a tua bicicleta. Prometo que vais gostar.

http://www.massacriticapt.net/?q=sobre-a-massa-critica/massa-critica-em-coimbra

http://www.massacriticapt.net/?q=ligacoes

terça-feira, julho 22, 2008

Férias Activas - Verão 2008

A iniciativa “Férias Activas – Verão 2008” impulsionada pelo Sector de Desporto e Tempos Livres da C.M. Lousã, tem proporcionado, ao longo dos dias, várias actividades às crianças e jovens inscritos.


Desde que teve início, no dia 1 de Julho, os participantes desta acção tiveram a oportunidade de realizar diversas actividades, nomeadamente, passeios à Mata do Choupal em Coimbra, às Piscinas Naturais da Sr.ª da Piedade, à Praia Fluvial de Casal de Ermio, Praia da Figueira da Foz, Estádio Cidade de Coimbra, ao Campo de Férias do ACM em Foz de Arouce e actividades dinamizadas no Pavilhão Municipal e na Piscina Parque Carlos Reis.


Segundo o Vereador da Juventude, Luís Antunes, “a iniciativa é muito importante pois permite a ocupação dos jovens em período de pausa lectiva e insere-se num programa global que visa promover a actividade desportiva e a criação de hábitos de vida saudáveis”.



O programa, que se prolonga até ao dia 25 de Julho, conta até agora com 57 inscritos cheios de dinamismo, alegria e vontade de realizarem mais actividades lúdicas como as que se têm realizado até ao momento.

Dinamismo e alegria são as características comuns dos jovens participantes.

segunda-feira, julho 21, 2008

domingo, julho 20, 2008

Metro Mondego Requalifica Apeadeiros ao Longo do Ramal da Lousã

Segundo, o jornal Mirante, do mês transacto, o projecto do metro vai implicar profundas alterações em todos os apeadeiros e intervenções significativas nos Moinhos e Vale do Açôr, surgindo um novo apeadeiro na zona do Corvo.

Todos os projectos foram já aprovados pelas autarquias envolvidas.

Estranha-se contudo, que as populações não tenham tido conhecimento público dos mesmos projectos, nem sido chamadas a um debate público e transparente, sobre o trajecto e zonas envolventes?

Porque é que estes têm permanecido no segredo dos deuses?

Os munícipes são sempre os últimos a saber.

Qual será a penalização a suportar, pelos vizinhos da linha?

Os apeadeiros dos Moinhos e Vale do Açôr vão sofrer alterações profundas, com a duplicação da linha ferroviária e a criação de bolsas de estacionamento (37 lugares), com a criação de dois cais de embarque.

Os apeadeiros da Trémoa e de Lobazes serão alvo de intervenções ao nível do cais de embarque, com o seu prolongamento e a requalificação das actuais infra-estruturas.


Nos Moinhos está prevista a construção de uma variante à localidade que terá início antes do Restaurante «O Carpinteiro» e irá passar junto à interface, ligando a estrada de acesso a Bubau, que dará seguimento para Almalaguês.


Em Lobazes, a MM propõem-se ainda construir uma nova via, desde a proximidade do cruzamento para o Porto do Rio, na estrada que vai para Urzelhe, até à rua do Pisão, eliminando a passagem de nível que existe naquela rua.

No Corvo irá surgir um novo interface, que será tão importante como o de Miranda do Corvo, com via tripla, dois cais e um parque de estacionamento com 100 lugares.


No âmbito desta intervenção será construída uma rotunda na Rua de Santa Catarina, próximo do Rossio do Corvo e uma estrada a ligar à rotunda recentemente construída na Rua 25 de Abril. Esta ligação vai constituir uma alternativa à Rua de Santa Catarina, e um acesso facilitado à zona norte da vila.

Igualmente previstos estão circuitos pedonais de captação de pessoas e uma ciclovia, entre as ruas de Santa Catarina e a 25 de Abril.


Resta saber, por último, se esta não irá afectar a propriedade dos moradores desta zona, que poderão ficar sem os jardins, espaços envolventes, habitações e estacionamentos contíguos.

Fonte: Jornal «Mirante», mês de Junho de 2008

Mamoa, Sepultura Pré-Histórica Descoberta em Vila Nova


Durante a elaboração do Estudo de Impacte Ambiental do futuro Parque Eólico de Vila Nova, um grupo de arqueólogos admite ter descoberto na Serra da Lousã, no espaço geográfico da freguesia de Vila Nova (Miranda do Corvo), uma sepultura pré-histórica designada por «mamoa» - montículo de pedras dispostas em forma de mama.

O arqueólogo João Caninas disse à Agência Lusa que os «trabalhos permitiram confirmar que existem no local restos de uma estrutura monticular, de geometria circular, constituído por um conjunto criterioso de blocos de pedras e terra, construído pelo homem» no período pré-histórico.

«Existe a fortíssima probabilidade de ser uma sepultura pré-histórica, já tardia, a avaliar pela dimensão não muito grande e a falta de materiais no interior», afirmou o investigador, que juntamente com mais três arqueólogos passaram uma semana no local em escavações, entre 30 de Junho e 6 de Julho.

Realçando que a «mamoa» se encontra já bastante danificada, devido à intervenção humana, João Caninas reiterou que, tendo em conta a estrutura e os dados que possuem, estão «convencidos de que se trata de uma sepultura pré-histórica».

O arqueólogo, que fez equipa com Mário Monteiro, Emanuel Carvalho e Alexandre Lima, referiu à Lusa que a descoberta surgiu na sequência da elaboração do Estudo de Impacte Ambiental do futuro Parque Eólico de Vila Nova II, a construir em terrenos baldios da freguesia, no seguimento do já existente.

«Durante o estudo percorremos a zona de obra e encontrámos um conjunto de pedras que pareciam corresponder a uma estrutura de geometria circular, em forma de broa, onde no interior se sepultavam corpos na pré-história», explicou.

João Caninas considera que a construção de parques eólicos no país tem contribuído para a descoberta de locais de interesse arqueológico, que de outra forma não seriam conhecidos.

«Os parques têm sido uma mais valia para a descoberta da arqueologia, levando os arqueólogos a olhar de maneira diferente para o cimo das serras. Muitos monumentos deste género tem sido encontrados graças a eles», sublinhou.

Segundo, a Lusa

Festas em Espinho


De 18 a 22 de Julho de 2008

sexta-feira, julho 18, 2008

Sábado, 19 de Julho, 1º Mercado de Agricultura Familiar e Tradicional de Penela

A diversidade de cores atrai o olhar e os aromas das nêsperas, dos morangos, e dos pêssegos invadem-nos o olfacto. É sábado de manhã e a agitação é grande neste mercado de agricultura familiar e tradicional de Penela.


Além da frescura dos produtos e das relações de proximidade que se estabelecem entre vendedores e compradores, outra grande vantagem de comprar no Mercado de Agricultura Familiar e Tradicional de Penela é a facilidade de achar, consoante a época do ano, produtos de produção nacional, regional, e sobretudo local, que dificilmente se encontrariam nas grandes superfícies.


Experimente fazer as suas compras neste espaço e contribua para manter viva a tradição dos mercados agrícolas e do mundo rural.



Compre os produtos da nossa terra, VISITE O MERCADO DE AGRICULTURA FAMILIAR E TRADICIONAL DE PENELA, no próximo Sábado, pelas 10H00, na Praça da República.

PenelaArtes regressa Hoje!

O PenelaArtes regressa já hoje com os espectáculos no Castelo de Penela, com mais uma mão cheia de espectáculos de música e dança, de teatro e animação de rua...

HOJE , 18 JULHO

22h00 - Teatro Clássico | FESTEA
Grupo Thíasos do IEC

"As Suplicantes de Eurípides"

SÁBADO, 19 JULHO

Das 17H00 às 19h00 – Workshop de Dança Contemporânea

A Companhia de Dança de Almada estará no Auditório Municipal a ensinar Dança Contemporânea.

22h00 - NUNO GUERREIRO com Maestro Augusto Mesquita ao piano e coro “Alma de Coimbra”

DOMINGO, 20 JULHO

21h00 – Apresentação final do Curso de Iniciação Teatral


22h00 – COMPANHIA DE DANÇA DE ALMADA - “Entre a Necessidade e o Medo” do Coreógrafo Nuno Gomes

Visite o Castelo de Penela. Viva momentos inesquecíveis!

Também acontece... Nas Aldeias do Xisto!

Actividades

19.07.2008 a 19.07.2008

Nas Cumeadas da Serra da Lousã - percurso nocturno

É um percurso que se realiza na alto da Serra da Lousã, percorrendo zonas florestais e de extensos matos de urze e carqueja, habitat preferencial do maior mamífero desta Serra, o Veado.

Percurso muito acessível, com desníveis suaves, sempre ao longo de caminhos florestais. Apesar de ser uma caminhada nocturna, é nesta altura que se torna mais fácil detectar os veados e os javalis, mamíferos de actividade preferencialmente nocturna, podendo mesmo, com alguma sorte, ver algum destes animais em plena liberdade.

19.07.2008 a 19.07.2008

Canoagem ao pôr do sol

Só mesmo experimentando: a tranquilidade, a beleza, o silêncio. Nas margens da Barragem de Sta. Luzia, em Pampilhosa da Serra, num lugar entre lugares onde nada mais parece existir... e onde tudo existe!

Na albufeira de uma barragem em altitude (Santa Luzia), iremos passear em torno dos recortes das suas margens e aguardar que o sol se ponha, o que proporciona um espectáculo de enorme beleza que nos deixa quase sem respiração e nos desperta todos os sentidos. Para terminar em beleza vamos degustar uma refeição constituída por produtos locais com sabores marcantes provenientes da arte e da experiência gastronómica da região.

19.07.2008 a 19.07.2008

Cozer o Pão

No Mosteiro, em Pedrógão Grande, um passeio pedestre seguido de actividade tradicional de cozedura de pão em forno a lenha.

Encontro junto ao Edifício da Câmara Municipal, às 9h.

20.07.2008 a 20.07.2008

Os encantos escondidos do vale do Ceira

Um passeio pedestre por Fajão, em Pampilhosa da Serra. Um passeio pelos sons, pela paisagem, pelo mistério!


Serpenteando pelos vales da Serra do Açor, o rio Ceira acompanha os 10km do percurso e faz desses mesmos vales encantados uma especial companhia para os visitantes. Inserido na Rede Natura 2000 é um percurso de dificuldade baixa onde persistem ainda espécies raras em território português e onde a presença de endemismos ibéricos e de um intenso verde fazem do momento uma verdadeira sensação de calma, apenas perturbada pelo saltitar constante da água do Ceira por entre pedras.


Pode visitar-se um antigo lagar de vara e um forno a lenha. A presença das actividades rurais são bastante visiveis na paisagem mas é o estado natural o verdadeiro encanto deste traçado, tantas vezes percorrido pelo homem ao longo de décadas.

20.07.2008 a 20.07.2008

Canoagem na Bouçã

Em Pedrógão Grande, um passeio de canoa entre Bouçã-Moinho das Freiras-Atalaia.

Encontro às 08:30h, no Parque de Merendas situado junto à rampa de acesso a embarcações na albufeira do Cabril.

Milimetro de Superfície (5)

«A versão de Metro cuja conclusão está prevista para o final de 2011 contempla o eixo Serpins / Coimbra-B, ficando para outra fase as variantes urbanas à Solum e à avenida de Fernão de Magalhães e a ligação aos Hospitais da Universidade.» - Segundo, o «Campeão das Províncias»

Gravuras Antigas da Vila da Lousã (4)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...