domingo, outubro 21, 2007

Festa da Arte na Lousã

«Afluência à festa da arte surpreendeu a organização que não esperava tanta gente a apreciar as cerca de centena e meia de obras que estiveram em exposição durante o passado fim-de-semana, de 12 a 14 de Outubro de 2007, no pavilhão municipal de exposições da Lousã.

O facto é que, pelo menos, 258 pessoas passaram pela festa e entusiasmaram-se pelos quadros, entrosando-se na iniciativa, porque sentiram o apelo para votar na sua obra favorita relativa ao centenário do Ramal da Lousã. Um concurso que decorreu durante os três dias de festa e que, entre as 23 obras a concurso, ditou como vencedora a obra de J. Eliseu (filho) intitulada “Trajecto Interrompido”, no valor de 2.500 euros que a Câmara Municipal irá adquirir. O “Fraternal Abraço” de Francisco Lagarto foi a segunda mais votada, seguida do quadro de Maria Laranjeira “Presente com Passado”.


O Movimento Artístico de Coimbra, entidade organizadora da iniciativa, registou com entusiasmo o número de votantes. “Foi muito bom ter havido tanta participação, que não é muito vulgar em eventos deste género”, disse Augusto Alfaiate, presidente do MAC, após a contagem. Aos visitantes também foi dada a oportunidade de ganharem cinco litografias (uma de Pinho Dinis, duas de Francisco Lagarto e três de João Luís Oliveira), que foram sorteadas no domingo à noite, o último dia de festa.


“Esta foi uma iniciativa para alargar horizontes e levar a cultura a povos mais recolhidos”, referiu Santana Alho, secretário do MAC. Em jeito de balanço, considerou que a iniciativa superou as expectativas em termos de afluência de público para a mostra de arte. Reconheceu, no entanto, que, se o programa não englobasse a actuação de vários grupos em manifestações culturais diversificadas, o número de visitas teria sido muito inferior.
Misturaram-se na Nave de Exposições obras em óleo, acrílico e técnicas mistas. Paisagens e naturezas mortas conviveram com figuras humanas reais e imaginárias e cruzaram-se com ferrovias, numa síntese de beleza e sensibilidade. »

Ler mais em:

http://www.trevim.pt/noticia.asp?edcid=276&sccid=18&ntcid=5484

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...