terça-feira, setembro 08, 2009

Política de Verdade?

O primeiro número do Sebastião, muito prometia…


Enfim, começou…

Já me chegaram às mãos os primeiros folhetos partidários (Autárquicas 2009), desta vez do PS – o segundo número do Sebastião, apresentando os candidatos à Câmara Municipal de Miranda do Corvo, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia.


Analisando-o à lupa, só há lugar à canelada política. Tudo exprimido, zero, em termos de criatividade e ideias.


Ao lado do PS passaram a criação do agrupamento dos Centros de Saúde do Pinhal Norte Interior, a criação das NUT e a configuração do novo mapa judiciário do país (isto em termos de justiça).


Ficaram ainda por analisar:

- Os acessos a Coimbra, quer através do comboio ou metro e as estradas que ligam Miranda do Corvo aos concelhos vizinhos.

- As expropriações selvagens efectuadas pela Metro Mondego.

- Se, no primeiro número do Sebastião havia lugar para a zona industrial de Miranda do Corvo, agora, nem uma palavra é dedicada ao assunto.

- Nada é dito com referência ao saneamento dos inúmeros lugares do concelho, como por exemplo: Vale d’ Açor e Chãs de Semide.

- Quanto à qualidade da água que bebemos proveniente da captação de água de Segade, nem uma palavra sobre o assunto

- Nem da criação de novos postos de trabalho e de novas unidades industriais.

Porque se Miranda do Corvo parou no tempo, o que propõe o PS, para a fazer avançar novamente?

- A segurança dos cidadãos também não é abordada.

- Não se vê uma palavra sobre ambiente, urbanismo, saúde, educação e justiça…


Espero que o número 3 do Sebastião venha com outro contexto. Saúdam-se as ideias e as novas propostas. Pois é disso, que os munícipes mirandenses e eleitores estão à espera…


Caso, o PS ganhe as próximas autárquicas espero que não transforme a vila num imenso estaleiro a céu aberto, onde por certo nascerão os caixotes, como cogumelos, sem nenhumas infra-estruturas, à semelhança dum passado recente…


Mais espero, que este artigo não provoque pruridos, nem comichão a ninguém, porque para mim, não há temas tabus, desde que se respeitem as pessoas e as ideias, sem ofensas, porque neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas.




Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...