segunda-feira, setembro 14, 2009

Ao frio, ao vento e à chuva...


Esta tarde, quando regressava de Coimbra, pela sinuosa Estrada Municipal, que liga Ceira, aos Moinhos e a Miranda do Corvo, constatei que estão a ser construidos «apeadeiros provisórios», para os utentes do Ramal da Lousã. A paragens estão a ser feitas nas bermas da estrada, as bermas deram lugar ao alcatrão, em Vale d' Açor, Trémoa, Moinhos e Lobazes, encontrando-se em causa, a segurança dos peões/passageiros.

Para além disso, sem um resguardo, centenas direi mesmo milhares de passageiros ficarão expostos ao frio, vento e à chuva, nos longos meses de inverno, enquanto aguardam pelas camionetas, que demorarão uma eternidade, a percorrer os caminhos da serra, que afastam Miranda do Corvo, de Coimbra, o percurso que era feito de comboio, em cerca de 30-35 minutos, será feito em hora de ponta, em duas horas!

Advinham-se filas de trânsito monumentais, entre Coimbra e Ceira, para desespero de estudantes, trabalhadores e automobilistas, que chegarão tarde às aulas e aos seus empregos.

A coisa promete, podendo o funil que é a Estrada da Beira ficar entupido, para desespero de outros utentes, de outros concelhos.

Estarão os candidatos às Autárquicas 2009, sensibilizados para tais questões?

1 comentário:

Anónimo disse...

... ninguém quer saber disso! Urgente é acabar com o caminho de ferro, o resto depois de verá. Quem vier atrás que feche a porta. (se conseguir)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...