terça-feira, maio 06, 2008

Exposição de Escultura de Hélio Gomes, «Olhar» +

Biografia de Hélio Gomes

«Nasci no Douro a 04-11-1940, em Agrelos, Alijó.

Vivi em Macau e Moçambique.

Foi em Moçambique que, por influência da Arte Maconde, me iniciei na Escultura, há 38 anos.

O meu mestre tem sido a água, o seu tempo, a sua acção constante, o seu modo de fazer.

A água revela em cada corpo o que ele tenha de único.

Não inventa. Acaricia

Trabalhos meus estiveram em diversos núcleos de cultura de Moçambique, Portugal e Espanha (Galiza).»

“Para mim

Ver é sempre desfocado

O mundo faz sentido

Inventado.

Olho

E é sempre vagamente

Nunca fixo.

O que vejo

Não se vê

É um desejo”.

Hélio Gomes

“OLHAR”

«Entre o meu olhar

E o teu

Fica o trabalho da minha mão,

O lugar da imperfeição.

Para mim

Olhar

Foi perder-me

Seduzido por formas

Sempre fugidias.

Para ti

Agora e aqui

O tempo e o lugar

De me despir

De todas as fórmulas vazias

Hélio Gomes

Trabalhos expostos:

1- Mas de Pé – Pau Preto, 1973

2- Vozes da Montanha – Pau Preto, 1973

3- Deixem Passar – Pangapanga, 1973

4- Estranhos ao Mundo – Pangapanga, 1973

5- Homem do Monapo – Pau Rosa, 1973

6- Capulanas do Mossuril – Pau Preto, 1974

7- Sem Título – Cerejeira, 1991

8- Construção – Pedra e Castanheiro, 1991

9- Rosto – Pedra, 1993

10- Olhar d’Além do Ribeiro – Cerejeira, 1993

11- Construções no Deserto – Pedra, 1994

12- Força da Natureza – Pedra, 1987

13- Homem do Caratão – Oliveira, 1997

14- Livro Aberto- Castanheiro, 1999

15- Hoje Vou Levantar Uma Parede – Castanheiro, 1999

16- Claras Fontes – Plátano, 2000

17- Contradições – Vidro e Oliveira, 2001

18- Pedras Roladas – Nogueira, 2003/2006

19- Pequeno Osso – Nogueira, 1994

20- Olha-me De Pé – Castanheiro, 1999



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...