sábado, maio 31, 2008

Não "Tramem" a Nossa Linha!


“Um abaixo-assinado com quatro mil assinaturas foi ontem entregue pelo Movimento de Defesa do Ramal da Lousã (MDRL) no Governo Civil de Coimbra, exigindo um estudo alternativo ao projecto de metro previsto para a linha.


“Não tramem a nossa linha” ou “Não danifiquem electrifiquem” eram alguns dos cartazes que os cerca de meia centena de utentes empunhavam na entrega de uma petição do Movimento de Defesa do Ramal da Lousã (MDRL) a exigir ao Governo um estudo alternativo ao projecto de metro previsto para a linha.



O abaixo-assinado tem como primeiro destinatário o primeiro-ministro, seguindo-se o presidente da Assembleia da República, Câmaras Municipais de Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo e à administração da sociedade Metro Mondego.


A petição exige ainda que «qualquer alteração» garanta a «manutenção ou redução dos preços das tarifas cobradas, aumento da velocidade do transporte, número de lugares sentados, frequência do transporte, redução do impacto ambiental, manutenção da ligação à rede ferroviária nacional e a gestão pública do Ramal».


«Este ramal não tem investimentos de fundo por parte da CP e da REFER há mais de vinte anos», referem os promotores do abaixo-assinado, acrescentando que «pouco se conhece das alterações que se pretende», apesar de existirem «dados que poderão colocar em causa a manutenção do serviço prestado».”

Ler mais em: http://www.diariocoimbra.pt/18603.htm

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...