sábado, janeiro 08, 2011

As expectativas...

A expectativa de um bom desfecho para a reunião em que intervêm o ministro das Obras Públicas e autarcas por causa do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), acalentada pelo líder distrital do PS/Coimbra, foi abalada, esta manhã, por uma inadmissível declaração do secretário de Estado dos Transportes.

O governante usou a «antena» da agência noticiosa portuguesa, pela madrugada, para «encanar a perna à rã». Umas das «pérolas» dada a conhecer pela Lusa é do seguinte teor: A obra [do Metro de superfície] não pode ser definida como prioritária, mas será possível dilatar no tempo a sua concretização, caso as populações queiram prosseguir com o projecto.

Se a idoneidade do Governo não andasse pelas ruas da amargura, José Sócrates arranjaria um minuto para exonerar Carlos Correia da Fonseca. Pelos disparates debitados e pela ofensa à boa-fé com que rumaram a Lisboa os presidentes das câmaras municipais de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã.

Receio que o bom augúrio expresso por Mário Ruivo se eclipse com a chegada do lusco-fusco. De resto, o líder distrital do PS/Coimbra deve estar a reflectir sobre quanto é difícil ele fazer política havendo governantes e quejandos do jaez do secretário de Estado dos Transportes.

Rui Avelar, Campeão das Províncias

“Acabo de ter conhecimento que a reunião em Lisboa com os três Presidentes de Câmara e o Governo foi um desastre. Tudo indica que o Ministro e o Secretário de Estado não são só incompetentes e incapazes de gerir este dossier como não têm a mínima sensibilidade para os problemas que estão a criar ás pessoas.

Impõe-se um reforço da unidade dos cidadãos dos três concelhos.

Amanhã em Lisboa vamos mostrar a nossa indignação.”

Jaime Ramos, Facebook


Mais em:

http://www.asbeiras.pt/2011/01/correia-da-fonseca-garante-apenas-um-bom-sistema-de-mobilidade/

http://www.asbeiras.pt/2011/01/governo-tem-obrigacao-de-concluir-o-investimento-diz-fatima-ramos/

http://www.asbeiras.pt/2011/01/jaime-ramos-chama-irresponsavel-ao-secretario-de-estado/


“Irresponsabilidade governamental. Fui surpreendido, de manhã, com as declarações do Secretário Estado transportes à agência de notícias LUSA. Declarou que o projecto Metro é demasiado caro, que não há pessoas suficientes para o justificar, que o governo não tem dinheiro. A Lusa pediu a minha opinião. Afirmei que são declarações irresponsáveis de um irresponsável. O Governo mandou elaborar o projecto, pagou os estudos. Há 12 meses este indivíduo mandou avançar com as obras do Metro, destruir o ramal da Lousã. Só um irresponsável incompetente pode agora vir dizer que o projecto não presta, que os estudos estão errados e que não há dinheiro.

Deixem-se de tretas. Não houve nenhuma epidemia na zona nem explodiu nenhuma bomba atómica. O número de habitantes é igual ao de há 12 meses. Com uma diferença. Hoje as pessoas estão mais pobres, mais incapazes de se fazer transportar em carros particulares, com maior necessidade de usar transporte público.

Peço a todos, principalmente aos socialistas, que mostrem a sua indignação perante a insanidade governamental.”

Jaime Ramos, Facebook

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...