quinta-feira, janeiro 20, 2011

A novela continua...


O PS reafirmou hoje no Parlamento a "prioridade política" no Metro Mondego e afirmou que as obras devem ser "retomadas logo que reunidas as condições económico-financeiras", motivando reacções de indignação da oposição e do público no plenário.

No Parlamento foi hoje debatida uma petição, subscrita por mais de oito mil pessoas, que contesta a paralisação e o adiamento do projecto Metro Mondego.

Esta petição deu origem a seis recomendações ao Governo, uma para cada partido. No entanto, os documentos só serão votados na segunda-feira.

Fonte: Lusa

“A deslocação á Assembleia da Republica foi um enorme sucesso.
A pressão popular conseguiu mais uma pequena vitória.


Todos os 5 partidos : BE, PCP, CDS, PSD e PS apresentaram propostas de resolução que no essencial garantem dois objectivos básicos.


1º Coimbra, Miranda e Lousã devem ter um sistema de mobilidade assente em transporte publico de passageiros entre Serpins e Estação velha, com base no ramal da Lousã.


2º Este sistema deve assentar em ferrovia, assente em carris.
Os 5 partidos concordam com estas duas condições, independentemente de algumas diferenças. As pessoas dos três concelhos e os autarcas concordam com estes objectivos.


Depois destas resoluções serem votadas na AR, o que deverá acontecer na sexta, só basta que o Governo decida parar com a irresponsabilidade que tem vindo a demonstrar.


Deve o Primeiro ministro respeitar as decisões da AR, a vontade das autarquias e das pessoas , e colocar na ordem os dois "inimputáveis" "políticos" que estão á frente do Ministério e da Secretaria de Estado dos Transportes.


Sabemos que sem a nossa mobilização e unidade os 5 partidos não teriam assumidos estas propostas.

Vamos continuar unidos e a exigir ser tratados com dignidade.

Parabéns a todos que têm apoiado esta luta.”

Jaime Ramos

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...